Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Câmara de Forquilhinha destaca o contato com cidadãos e futuro político da cidade

Novo grupo se prepara para eleição de Forquilhinha
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 17/12/2019 - 10:15Atualizado em 17/12/2019 - 10:17
Fotos: Vitor Netto
Fotos: Vitor Netto

A Câmara de Vereadores de Forquilhinha destaca que no ano de 2019, o contato com a população foi um dos pontos chaves para a gestão. Além disso, um novo grupo de políticos se prepara para participar da corrida executiva para a prefeitura de Forquilhinha. O presidente da Câmara de Vereadores de Forquilhinha, Maciel Da Soler (MDB), esteve no programa Adelor Lessa e avaliou o cenário político da cidade. 

Conforme o presidente, o recado das urnas é de que o contato com a população é essencial para a população. “Essa situação de ser centralizador não cabe mais. Todas as decisões precisam ser compartilhadas. Temos que ouvir as pessoas. Assim que temos que entender o recado das urnas”, comenta. 

Novo grupo político em Forquilhinha

De acordo com ele, a política de Forquilhinha segue com os mesmos grupos políticos há quase 15 anos. “Desde 2004 a cidade não tem outra opção que não seja de um lado o Neguinho (PSD) e de outro lado um candidato do PP, que vem há 20 anos na prefeitura”, comenta. “Hoje o quadro político forquilhiense existem um novo grupo de pessoas, com um pouco de coragem para que não seja uma eleição de Neguinho ou PP”, acrescenta. 

Possibilidade de mudança partidária

Questionado sobre a sua permanência no MDB, o presidente avalia que muitos políticos na região e no estado estão enfrentando a permanência ou não no partido. “Acho que o MDB abriu muitas brechas para que líderes atuais migrassem para outras siglas e acho que ainda vai acontecer muito desse episódio”, coloca. 

A sua ida para o Partido Liberal (PL) ainda não está consumada. “Não é fato consumado a ida para o PL. Temos um respeito muito grande pelo senador Jorginho Mello, pois foi uma campanha que a gente ajudou e estamos acompanha o trabalho dele”, coloca da Soler. 

Sua permanência nos quatro anos no poder Legislativo ajudo-o para tomar experiência da gestão no município.