Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Cai a invencibilidade do Criciúma e de Mazola

Nos acréscimos do segundo tempo, Brasil de Pelotas faz 1 a 0 no Tigre
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 09/10/2018 - 23:21Atualizado em 09/10/2018 - 23:26
Fotos: Guilherme Hahn / A Tribuna
Fotos: Guilherme Hahn / A Tribuna

O Criciúma fez a segunda partida consecutiva no Heriberto Hülse, e assim como na última terça-feira (2), não conseguiu balançar as redes. O resultado foi ainda pior, derrota por 1 a 0, com gol aos 46 do segundo tempo. Cai a invencibilidade de  sete jogos, e a de Mazola Júnior em casa.  O próximo compromisso será no dia 19, uma sexta-feira, fora de casa contra o São Bento.

PRIMEIRO TEMPO

O jogo começou com bons lances de ambos os lados, mas sem muita efetividade. Aos 18 minutos o atacante Michel recebeu bola de Diego Miranda, mas não caprichou na hora do chute e isolou. O Criciúma tentava atacar em bolas aéreas, especialidade do time de Mazola Júnior.

O primeiro tempo seguiu em marcha lenta, sem boas chances para ambos os lados. Uma das melhores jogadas do Tigre foi tramada entre Marlon Freitas e Joanderson, só que não resultou em nada. Sem cartões amarelos, o árbitro não deu acréscimos na etapa inicial.

SEGUNDO TEMPO

O Criciúma voltou diferente, Mazola tirou Joanderson para a entrada de Julimar. O Brasil chegou bem logo aos três minutos com Weliton, que passou fácil por Sueliton e bateu cruzado. Aos 10 o Xavante teve outra chance, dessa vez em cobrança de falta executada por Itaqui, desviando na barreira e indo para escanteio.

Aos 23 minutos Gabriel Honório tentou mudar os rumos da partida, cortou o marcador e mandou para o gol, sem perigo para Pitol. Assim como na primeira etapa, o jogo se encaminhou para os minutos derradeiro sem emoção para os torcedores. O árbitro deu três minutos de acréscimo, suficiente para os  visitante fazerem o que não haviam ao longo do jogo, aos 46, no apagar das luzes, Leandro Leite abriu o placar de cabeça. Fim de jogo: Criciúma 0 x 1 Brasil.

CRICIÚMA

Belliato; Sueliton, Nino, Sandro e Marlon; Liel, Ronaldo, Marlon Freitas (Patrick), Gabriel Honório  e Luiz Fernando (Marcinho); Joanderson (Julimar).

BRASIL DE PELOTAS

Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Rafael Dumas e Alex Ruan (Nirley); Leandro Leite, Itaqui, Rafael Gava, Welinton Junior (Léo Bahia) e Diego Miranda; Michel (Wallace Pernambucano).