Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Autorizada a doação de trecho de rua para o Asilo São Vicente de Paulo

Prefeitura autorizou a desafetação e doação de um trecho da rua São Vicente de Paula, ao lado do Asilo
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 29/11/2019 - 14:35
Foto: Reprodução / Google Maps
Foto: Reprodução / Google Maps

O Asilo São Vicente de Paulo deu mais um grande passo para a sua ampliação. Nesta semana, a Prefeitura de Criciúma autorizou a desafetação e doação de um trecho da rua São Vicente de Paula para a instituição, que planeja a ampliação das suas instalações. O trecho para a doação fica entre as ruas Afonso Pena e Nilo Peçanha.

Foto: Arquivo / 4oito

A ideia é de que este será incorporado ao Asilo e ligará o atual espaço do Asilo a um terreno ao lado que é de sua propriedade, unificando os dois terrenos. O objetivo é de que nesse espaço seja construído outros espaços para atender os idosos de maneira mais reservada. "Aquele terreno ao lado já era do Asilo e a nossa ideia é de construir Kitnets para ser locadas para idosos que queiram um espaço maior e reservado. Isso também vai dar sustentabilidade para o Asilo", coloca o presidente do asilo, Zalmir Casagrande.

O caso foi apresentado na Câmara de Vereadores em julho, proposto pelo vereador Zairo Casagrande. A audiência pública que estudou o caso ocorreu em agosto. Os próximos passos é de ter acesso a lei e encaminhar o projeto de ampliação do Asilo. "Vamos encaminhar a parte legal ainda este ano e a partir do ano que vem a parte do projeto de ampliação", explica. 

As intenções é de que o no projeto, além das kitnets, sejam construídos espaços públicos como praças e jardins. "Recursos para construir nós buscamos, por meio dos incentivos e outras ações. O nosso problema atual é com os custos diários", comenta. 

Atualmente o município conta com 70 idosos de Criciúma e região e tem um déficit mensal de R$ 20 mil a R$ 25 mil. Somente nos últimos seis anos o Asilo realizou revitalizações que envolvem a quantia de R$ 2,5 milhões.