Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Argel rejeita proposta da Chapecoense e permanece na Série C

Tempo de contrato foi um dos fatores que levaram o técnico a continuar no Botafogo de Ribeirão Preto
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Chapecó, SC, 03/08/2021 - 14:27Atualizado em 03/08/2021 - 14:34
Técnico confia no acesso do Pantera na Série C (Foto: José Bazzo / Agência Botafogo)
Técnico confia no acesso do Pantera na Série C (Foto: José Bazzo / Agência Botafogo)

Argel Fuchs era o preferido para substituir Jair Ventura na Chapecoense. O treinador do Botafogo de Ribeirão Preto inclusive reuniu-se para ouvir a proposta do clube do Oeste catarinense, mas rejeitou e permanece na equipe da Série C do Brasileirão.

Segundo o globoesporte.com, o tempo de contrato oferecido pela Chape, até o fim do Campeonato Brasileiro, foi um dos fatores para Argel rejeitar trocar a Série C pela Série A. 

Em Ribeirão Preto, Argel tem contrato até o fim do Campeonato Paulista de 2022. Além disso, o Botafogo está na quinta colocação do Grupo B, empatado em pontos com o Ituano, quarto, e luta diretamente pelo acesso à Série B. 

Por outro lado, a Chapecoense é a lanterna da Série A e, com a demissão de Jair Ventura, vai para o seu quarto treinador na temporada - antes dele, Umberto Louzer pediu demissão e Mozart foi mandado embora ao perder o Catarinense para o Avaí.

Segundo o repórter Wilson Rocha, de Ribeirão Preto, a multa de Argel com o Botafogo é de R$ 200 mil e o treinador tem dito constantemente que não quer deixar o clube, por conta da estrutura e a possibilidade deste trabalho a longo prazo. 

No Brasileirão, a Chapecoense ainda não venceu: são 14 jogos, com quatro empates e dez derrotas. O nome de Celso Rodrigues, ex-auxiliar do clube e atualmente no Camboriú, ganha alguma força nos bastidores. Enquanto o novo nome não é anunciado, Felipe Endres comanda o Verdão do Oeste interinamente.