Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Alemão destaca ano de conquistas na Amrec

Prefeito de Siderópolis deixa a presidência da associação hoje, após entregar obras de acessibilidade
Por Bruna Borges Criciúma, 14/03/2019 - 08:09
Arquivo (Daniel Búrigo / A Tribuna)
Arquivo (Daniel Búrigo / A Tribuna)

O mandato do prefeito de Siderópolis, Helio Cesa, o Alemão (MDB), na presidência da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) encerra hoje e, neste pouco mais de um ano, a entidade participou de pautas marcantes, o que faz o presidente celebrar a experiência que viveu.

“Eu me sinto muito honrado por eu, prefeito de Siderópolis, poder representar a nossa cidade perante toda a região. Importantes fatos aconteceram, principalmente no ano passado, e a Amrec esteve presente em todos eles”, comenta Alemão.

Um desses acontecimentos elencados pelo presidente é a greve dos caminhoneiros, que afetou todo o país nos meses de maio e junho e prejudicou o abastecimento de combustível, entre outros insumos. 

“A greve dos caminhoneiros foi o momento mais delicado. Nós tínhamos as funções de saúde, pacientes para transferir, ambulâncias que precisavam continuar rodando e era necessário que não faltasse o combustível”, relembra. 

“E diante de uma parceria entre os municípios, com o trabalho importante da Defesa Civil, a nossa região foi exemplo e não tivemos problemas dessa natureza”, conta. 

De acordo com o presidente, as eleições presidenciais também marcaram o ano que passou e deixaram o ambiente mais pesado, porém, a Região Carbonífera soube se unir e, com a participação da associação dos municípios, conquistou, ainda, importantes feitos na área da saúde.

“A questão da UTI neonatal, que os pais precisavam e muitas vezes não tinha vaga, tinha que ir para outras cidades, isso nos deixava muito preocupados. Mas lutamos e conseguimos a inauguração do Hospital Santa Catarina, que veio para deixar um legado enorme para a saúde de todo o Sul”, pontua Alemão. 

Novas bandeiras levantadas

Alemão comenta que atualmente o Sul já conta com o Porto de Imbituba, o Aeroporto Regional de Jaguaruna, a Via Rápida de Criciúma, obras que eram pleiteadas e anos anteriores, e que o momento agora é de buscar mais desenvolvimento econômico e fazer com que as riquezas cheguem até a população.

“Visitamos recentemente a Câmara do Comércio da China, já tivemos pelo menos uma reunião que dá o pontapé inicial para que essa aproximação se transforme em resultados, em especial na viabilização de projetos relacionados à energia, ao carvão”, relata.

“Essa já é uma coisa real, mas que precisa ser trabalhada, precisa de mais diálogo daqui para frente. É um caminho que eu acredito que temos que percorrer para desenvolver ainda mais a nossa região”, complementa.