Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A polêmica que envolve a eleição para a presidência do Tigre

Quem falou nessa terça-feira, 16, no programa Adelor Lessa foi Guilherme Búrigo, presidente do Conselho Deliberativo de Criciúma
Por Redação Criciúma, SC, 16/11/2021 - 11:38 Atualizado em 16/11/2021 - 11:48
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Nessa terça-feira, 16, pela manhã em entrevista ao programa Adelor Lessa, o presidente do Conselho Deliberativo de Criciúma, Guilherme Búrigo, falou a respeito da confusão gerada na escolha de chapa para presidente, vice-presidente e financeiro do conselho do Criciúma Esporte Clube. Anselmo havia sido colocado como opção à reeleição na sexta-feira, 12, pela manhã e no mesmo dia à noite já não era mais. O que aconteceu é que a escolha dele para compor uma chapa, assim como demais cargos, foi realizada por conselheiros que não tinham procuração, segundo o presidente do Conselho Deliberativo de Criciúma.

“Eu não tenho a procuração deles e por outro lado também não dei procuração para eles para representar o Conselho. A negociação se deu por dois conselheiros sócios patrimoniais, mas não havia procuração, uma chancela, para que eles falassem pelo Conselho, por todos os presidentes. Mesmo porque o Conselho não é apenas a Revigoração, tem os conselheiros transitórios que foram eleitos esse ano, tem também os vitalícios, que certamente não deram procuração”, disse Guilherme.

De acordo com o presidente do Conselho Guilherme Búrigo, haverá uma nova eleição na próxima terça-feira, dia 23, quando o Anselmo pode se inscrever dentro das normas legais fazendo uma chapa para concorrer. Guilherme também afirma, que não havendo outra chapa para disputar a eleição, o estatuto prevê que metade, mais um presidente presente na reunião, têm que votar na chapa única.

Confira a entrevista na integra:

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito