Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“A bola está sendo utilizada como um meio e não como um fim”

Preparador físico Beto Ferreira fala sobre tecnologia e futebol
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 24/09/2017 - 13:30
(foto: divulgação)
(foto: divulgação)

Participando do Som Maior Esportes, o preparador físico Beto Ferreira falou sobre as mudanças no condicionamento físico no futebol, que segundo ele, atrapalham o desenvolvimento do esporte. O profissional acredita que hoje a relação entre os jogadores não é como no passado.

“Tem involução nos treinamentos. Eu condeno o que está se fazendo. Hoje em dia a maioria usa excessivamente a bola. Recentemente o Zidane contratou um profissional para treinar o Cristiano Ronaldo, e ele se tornou o melhor do mundo”, frisou.

O profissional acredita que o comportamento dos jogadores melhorou ao longo do tempo, e que compreendem ser fundamental cuidar de suas carreiras. Por outro lado, a facilidade em adquirir equipamentos eletrônicos vem atrapalhando a formação de amizades.

“Hoje em dia é difícil reunir os jogadores, cada um tá no seu celular, no seu iPad. Antigamente batiam mais papo. Hoje tem mais atenção e são mais responsáveis. Tem os empresários também, que acabam atrapalhando”, analisou.

A corrupção no futebol também foi assunto. Recentemente escândalos abalaram a Fifa. Segundo Ferreira, a América não cuida bem de suas promessas. “Hoje um jogador que jogar bem ficará rico muito rápido e sonha com a Europa. A Lei Pelé tornou os jogadores um grande negócio. É muito difícil manter um jogador e manter o foco”, completou.