Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Parecer do Conselho Regional de Medicina e da Sociedade Brasileira de Urologia sobre procedimentos de aumento peniano

Por Renato Matos 06/09/2021 - 09:07Atualizado em 06/09/2021 - 09:08

O assunto entrou na pauta após o relato de um cantor sertanejo que, pelas redes sociais, divulgou ter sido submetido ao procedimento, aparentemente satisfeito com o resultado.
A Clínica de Blumenau, que realizou a intervenção, já tem uma longa fila de espera, com cirurgias sendo marcadas somente para outubro.
Frente à repercussão do caso, o que dizem as Sociedades de Especialidades?

As Câmaras Técnicas de Urologia e Cirurgia Plástica do Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina revisaram as evidências científicas relacionadas aos procedimentos médicos de aumento peniano.
Em nota conjunta, os especialistas consideraram que “embora seja uma queixa que mereça atenção dos médicos quando procurados, as opções de tratamento descritas até hoje são consideradas ineficazes ou muito arriscadas e inseguras para serem realizadas com finalidade exclusivamente estética, em homens cujos pênis têm dimensões consideradas normais”.

Nesse sentido, já existe um parecer prévio da Sociedade Brasileira de Urologia.
“Várias técnicas de alongamento e/ou aumento da espessura peniana têm sido descritas, mas nenhuma se mostrou efetiva e segura”
“O índice de complicações (como fibrose peniana, disfunção erétil ou mesmo infecções graves) e insatisfações com estes procedimentos de aumento peniano é bastante alto”.
“A orientação ética e honesta é não operar estes pacientes, e sim tratar seu transtorno psicológico/emocional”. 

Mesmo numa época de desconsideração por evidências científicas, cuidado com promessas milagrosas.
Afinal de contas, se der problema...

4oito

Deixe seu comentário