Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Efetividade das vacinas contra a variante Delta do SARS-Cov-2

Por Renato Matos 22/07/2021 - 07:55Atualizado em 22/07/2021 - 07:56

A edição de ontem, 21, do New England Journal of Medicine traz um artigo original sobre a efetividade das vacinas da Pfizer e AstraZeneca, no Reino Unido, contra a nova variante Delta, surgida na Índia.
A efetividade das duas vacinas foi muito semelhante quando avaliada naqueles indivíduos que receberam apenas a primeira dose: apenas cerca de 30%.
Quando foram estudados aqueles que já haviam recebido as 2 doses, a eficiência subiu muito: 88% para os vacinados com a Pfizer, 67% para quem foi imunizado com a AstraZeneca.
Não há ainda estudos populacionais equivalentes com a Coronavac.
Segundo o diretor do Instituto Butantan, Bruno Covas, a Coronavac mostrou resultados “muito animadores” quando testada em laboratório na China. 
Apesar de já apresentar circulação comunitária no país – há casos detectados inclusive em Gramado - não sabemos ainda se essa variante vai se tornar predominante em nosso meio.
Como tradicionalmente temos um atraso de 6 a 8 semanas em relação às ondas ocorridas no hemisfério norte, devemos ficar atentos.
E, o mais rapidamente possível, avançar na vacinação completa da nossa população, principalmente dos mais vulneráveis.

4oito

Deixe seu comentário