Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Covid-19: Menos tempo de isolamento para infectados

Por Renato Matos 19/08/2020 - 21:44Atualizado em 19/08/2020 - 21:45

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (em inglês: Centers for Disease Control and Prevention – CDC) é um dos mais respeitados centros de pesquisa sobre doenças infecciosas do mundo. Há poucos dias atualizou as informações sobre o tempo de isolamento para doentes com o Covid-19.

Novos e mais robustos estudos mostram que quando pesquisado pela técnica do RT-PCR (aquela do “cotonete”) o novo coronavírus pode ser encontrado nas vias aéreas superiores por até 12 semanas. No entanto, após 10 dias dos sintomas iniciais, em pacientes com doença leve a moderada, não foram encontrados vírus competentes para replicação.

Ou seja, o teste pode resultar positivo – até porque o exame do RT-PCR pode detectar pequenos fragmentos de vírus, mesmo quando ele já está morto – mas estes vírus/fragmentos não tem a capacidade de infectar outras pessoas.

A exceção se daria naqueles pacientes que tiveram formas graves da doença ou são imunodeprimidos. Nestes, vírus passíveis de serem transmitidos foram
encontrados até 20 dias após o início dos sintomas.

Não existem estudos que validem estes achados em crianças – todos estes trabalhos foram feitos em adultos. Segundo o CDC estratégias baseadas em testes (RT-PCR) para determinar o fim do isolamento domiciliar não são mais recomendadas, exceto em certas circunstâncias – pacientes imunodeprimidos ou situações especiais a serem
consideradas pelo médico assistente.

A determinação anterior dizia que o doente deveria ficar isolado por no mínimo 10 dias após o início dos sintomas desde que estivesse pelo menos 72 horas sem febre ou sintomas respiratórios.

As 72 foram reduzidas para 24 horas.

E a “melhora nos sintomas respiratórios” foi expandida para “melhora dos sintomas”, reconhecendo as novas apresentações que sabemos ser associadas a infecção pelo novo coronavírus. 

Para os assintomáticos, o isolamento pode ser descontinuado 10 dias após a data da realização do PCR.

O CDC diz também que, apesar de relatos esparsos, até o momento a reinfecção pelo Covid-19 não foi definitivamente confirmada.

Sabe-se, porém, que pessoas contaminadas com o betacoronavírus (parente dócil do Covid-19, agente de infecções leves) se tornam susceptíveis novamente após cerca de 90 dias.

Resumindo:
1. Os 14 dias de isolamento que adotamos por aqui estão de bom tamanho.
2. Não esperar resultados de testes de PCR para tirar pacientes do isolamento – a não ser em situações muito particulares.
3. Testes sorológicos (IgM/IgG) não tem nada a oferecer neste contexto.
4. Pacientes com quadros graves ou imunodeprimidos devem manter o isolamento por pelo menos 20 dias.

4oito

Deixe seu comentário