Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

"Vou com a máquina roçar aquele terreno", ameaça vereador

Parlamentar reclama de demora para execução de limpeza de espaços baldios em Criciúma
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 17/09/2019 - 17:28Atualizado em 17/09/2019 - 17:30
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

A demora para limpeza de terrenos baldios em Criciúma pautou reclamação do vereador Pastor Jair Alexandre (PSC) nesta terça-feira, 17, na Câmara. "A roçada de terrenos baldios foi sancionada, virou lei, tem previsão de punição inclusive, mas infelizmente há muitos casos de projetos que viram leis e não são colocados em prática", afirmou.

O vereador citou o caso de uma área no Centro. "Fiz um requerimento para limpeza de um terreno faz um ano e meio, esse terreno que tinha mato baixo agora tem até árvores, um local onde as pessoas se escondem pelo tamanho do mato ali", ponderou. "Fiz meu papel enquanto vereador mas não obtive resposta. Vou ter que ir com uma máquina e roçar esse terreno", disse, em tom de brincadeira. "Mas como temos uma lei, que a Secretaria de Infraestrutura possa dar condições para ser feita essa e outras limpezas", frisou.

Vereador Pastor Jair Alexandre / Divulgação

Pastor Jair lembrou das dificuldades que o município tem, com equipes limitadas para efetuar os serviços. "Aprovamos também um processo seletivo para contratar equipes de limpeza. Estávamos em período de estiagem e agora, com a chuva, o mato vai crescer com facilidade ainda maior", observou. "É inclusive uma questão de saúde pública, as pessoas jogam lixo nesses terrenos, tem tudo a ver com o visual da cidade também", emendou.

O vereador Toninho da Imbralit citou casos de algumas empresas que são multadas por não manter espaços limpos. "Tem previsão de multas. Nesse caso que o vereador Jair referiu no Centro, por qual razão não multam o dono do terreno?", indagou.