Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Vereador pede explicações sobre investimentos em manutenções elétricas

Segundo Ademir Honorato, existem contratos que somam R$ 4,6 milhões
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 02/12/2019 - 18:29Atualizado em 02/12/2019 - 18:33

O vereador Ademir Honorato (MDB) solicitou durante a sessão de hoje, informações referentes a um contrato para a aquisição de materiais elétricos utilizados na manutenção, junto ao Poder Executivo. O contrato tem valor de R$ 1,1 milhão, mas existia um outro, que está em processo de rescisão, de R$ 3,5 milhões, conforme o vereador Aldinei Potelecki (Republicanos).

"É muito dinheiro usado para um assunto que não está tendo utilizada. São R$ 4,6 milhões. Muitos desses colégios novos que estão saindo, já saem com isso, todos eles já tem a entrada bem dimensionada, desde a hora que sai do poste, para aguentar os equipamentos. Hoje um colégio puxa mais de 100 amperes, antes era 10 ou 15", disse Honorato.

Segundo ele, é possível construir até 50 salas de aula, com alto padrão, usando este dinheiro. Líder do governo na casa, Potelecki justificou que o dinheiro está sendo utilizado em mais de duas dezenas de escolas, e que o outro contrato, o maior, será rescindido, já que a empresa não cumpriu as expectativas.

“Estava eu e o Arleu, nós conversamos sobre essas manutenções, que tem acontecido em mais de 20 escolas. Tem algumas que necessitam que a Celesc também mexa na rede, tem escolas que só poderão ser mexidas daqui 120 dias. A Pascoal Meller já é a terceiras que roubaram os fios, nós temos um grande problema que é a manutenção da rede elétrica”, citou.