Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Tigre viaja indefinido para Londrina (VÍDEO)

Wilsão quer um Criciúma mais ofensivo fora de casa
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 14/08/2019 - 16:37Atualizado em 14/08/2019 - 16:42
Divulgação
Divulgação

O Criciúma parte para Londrina indefinido. O técnico Wilson Vaterkemper reforçou, antes do treino da tarde desta quarta-feira, 14, no CT Antenor Angeloni, que possui opções e dúvidas para escalar a equipe. "A gente define o time em Londrina mesmo. Vamos fazer algumas movimentações, lógico que algumas trocas, mas o time que sai jogando só em Londrina mesmo", informou. A delegação inicia viagem ainda nesta quarta e, já na tarde de quinta, treinará em Londrina.

O zagueiro Sandro volta de suspensão, mas a escalação dele ou de Thales ainda não é certa. "O Sandro tem ido muito bem sempre, o Thales fez uma boa estreia, temos esses dois treinos para ter uma formação, amanhã fazemos um outro treino lá, quem sabe com uma formação diferente, daí veremos a melhor formação", comentou o treinador. "Na minha cabeça a equipe está praticamente definida, mas vamos testar algumas situações ainda", completou.

Wilsão assumiu interinamente contra o Sport, no domingo, e venceu por 1 a 0. Mas o momento ainda é delicado na Série B, tanto que o técnico fala em ir resgatando a confiança a cada partida. "Jogo a jogo, com certeza. É uma série de equipes que estão lá em cima na tabela, equipes fortes. Tenho passado para a equipe que em cada jogo vamos tentar sair de trás", antecipou. Com a meta de ir ao ataque, Wilsão tem conversado bastante com os jogadores. "Esse é o nosso objetivo. Tivemos uma boa conversa. Vamos para Londrina para fazer um bom jogo, sabemos da dificuldade, mas temos que acreditar que é possível, e que vamos fazer um bom jogo", sublinhou.

Ambiente calmo

A vitória de domingo fez diminuir a pressão. "A gente espera que daqui para a frente a gente esteja em um momento melhor, com a cabeça boa de cada atleta, que a gente possa junto fazer o máximo possível para neutralizar essas situações difíceis e naturalmente as coisas boas começam a acontecer", observou Wilson.

Sobre a possibilidade de continuar técnico do Criciúma, ele frisou que segue ciente da sua condição no clube. "Nada me empolga. Eu sou uma pessoa experiente, já passei por muitas dificuldades e alegrias. É importante o respeito do grupo, isso me deixa bastante feliz", disse. "Pelo que os atletas me falam, a diretoria tem me deixado em paz, tranquilo. Sou funcionário do clube, vou trabalhar jogo a jogo até o momento em que eles decidirem por uma continuidade ou troca, estou muito tranquilo", arrematou.

O Criciúma está em 15º lugar na Série B com 16 pontos.