Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

TER-SC realiza 3º Simulado Nacional de urnas eletrônicas

Procedimento é exigência do Tribunal Superior Eleitoral; 800 urnas de modelos diferentes passam por testes
Por Redação Criciúma - SC, 06/10/2017 - 18:39Atualizado em 06/10/2017 - 18:44

Para testar componentes internos e verificar o funcionamento de elementos como teclado, tela, som e impressora de Urnas eletrônicas, o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TSE-SC) iniciou, nesta semana, o 3º Simulado Nacional de Hardware da urna eletrônica. O procedimento, que é uma determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Num primeiro momento 800 urnas de seis diferentes modelos estão em testes, realizados por 33 colaboradores, servidores e estagiários de todos os setores do TRE-SC. O procedimento segue até o dia 20 de outubro.

"Essa é uma forma de evitar que algum problema ocorra e detectar falhas antes das eleições", comentou João Sebastião de Andrade, chefe da Seção de Voto Informatizado.

Durante os testes as urnas são testadas como se estivessem sendo utilizadas em uma eleição real. "É inserido o título de eleitor, que é habilitado para votar, então, ele responde uma consulta, por exemplo, 'você é a favor da redução do tempo de futebol?', a resposta é sim ou não. Isso é feito durante todo o período de votação", exemplificou Jairo Soldatelli, chefe da Seção de Administração de Urnas.

Durante o simulado, 19mil urnas do TER-SC, um total de 4%, estão sendo utilizadas, contando as de justificativa e contingencia. Essa porcentagem foi estipulada pelo TSE, que considera esse um número estatisticamente seguro para testes.

O simulado ocorre em todos os TREs do Brasil, mas cada Tribunal tem autonomia para decidir as suas datas, contanto que o realizem até 17 de novembro. No TRE-SC, os testes acontecem desde o dia 3 até o dia 6 e depois voltam a ocorrer entre 17 e 20 de outubro.

Em cada dia, são avaliadas cem urnas, que estão adequadas para eleições híbridas, onde eleitores votam tanto pelo processo de identificação biométrica, quanto pela identificação tradicional, e a eleição exclusivamente com biometria. O próximo simulado está agendado para fevereiro de 2018.