Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Taxista de Urussanga foi morto por asfixia

Desaparecido desde terça-feira, corpo foi encontrado no último sábado
Redação
Por Redação Urussanga - SC, 20/01/2020 - 10:05Atualizado em 20/01/2020 - 10:09

Depois que o corpo do taxista João Belucco foi encontrado, no último sábado, 18, a região foi isolada e o Instituto Geral de Perícias (IGP) realizou análises no local. Segundo informações do repórter Rafael Niero, da Rádio Marconi, foi comprovada a morte por asfixia, e no local foram achadas bolsas plásticas e uma corda.

O corpo estava no Morro da Lagoa, cerca de 80 metros da estrada, em uma região de mata, “escondido” em uma pilha de madeira. Essa estrada dá acesso a um parque aquático. E esse laudo ainda não foi entregue para a Polícia Civil de Urussanga, que está com investigações avançadas.

Foram interrogados familiares da vítima, para tentar encontrar o autor do crime. O delegado não concede entrevistas sobre o caso, ele é novo na cidade e já encara esta investigação complicada.

Belucco desapareceu na terça-feira, 14, quando saiu para fazer uma corrida, o último contato com familiares aconteceu às 13h daquele dia. Seu carro foi encontrado na quarta-feira, 19, pela manhã, no bairro Figueira, onde existe uma antiga barragem do Samae nas proximidades e a suspeita era de que o corpo estivesse por ali.