Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Só a vitória interessa ao Leão da Ilha contra o Juventude nesta terça-feira

Eltinho vem à Ressacada pela primeira vez enfrentar o Avaí; se tropeçar, clube dá praticamente adeus à luta pelo acesso
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Florianópolis, SC, 19/01/2021 - 16:17
Eltinho retorna à ressacada, mas dessa vez será com a camiseta do Juventude (Foto: Arquivo / Divulgação)
Eltinho retorna à ressacada, mas dessa vez será com a camiseta do Juventude (Foto: Arquivo / Divulgação)

O Avaí entra em campo nesta terça-feira, 19, para manter viva a esperança de acesso à Série A. O Leão da Ilha tem um confronto direto contra o Juventude, 4º colocado, às 19h15, na Ressacada. A partida é válida pela 36ª rodada da Série B. 

O time do técnico Claudinei Oliveira ocupa a 8ª colocação da competição, com 49 pontos conquistados - seis a menos do que o Juventude. Entre as duas equipes estão CSA, Ponte Preta e Operário de Ponta Grossa.

Se vencer, o Avaí mantém as chances de acesso, independente dos resultados paralelos. Se perder, está automaticamente fora da briga; um empate deixa o Leão da Ilha com possibilidades remotas.

Mesmo que vença, o time de Claudinei permanece fora do G-4, podendo chegar no máximo à 6ª posição nesta rodada.

Suspenso, o próprio Claudinei Oliveira desfalca o time na Ressacada. Dentro de campo, o auxiliar técnico Luciano Gusso terá o desfalque de Valdívia, que chegou a atuar 45 minutos contra o CSA no sábado passado com Covid-19 (foi diagnosticado no intervalo), além dos já lesioandos Capa, Alan Costa e Foguinho.

O Juventude - que precisa da vitória para manter-se no G-4 e, dependendo de um tropeço do CSA contra o Botafogo em Ribeirão Preto, pode deixar bem encaminhado o acesso - tem os desfalques do zagueiro Emerson e de um dos destaques da equipe, o extrema Capixaba, que sentiu desconforto muscular na vitória contra o Cruzeiro. 

Pela primeira vez, o lateral esquerdo Eltinho chega à Ressacada para enfrentar o Avaí. Ele foi titular na histórica trajetória do Avaí na Série A de 2009, quando terminou na 6ª colocação, apenas cinco pontos atrás da classificação para a Copa Libertadores, no que foi a melhor campanha de um clube catarinense na elite do futebol nacional.

Avaí: Glédson; Edílson, Fagner Alemão, Betão e João Lucas; Pedro Castro, Ralf, Vinícius Leite, Renato e Romulo; Getúlio. Técnico: Luciano Gusso (auxiliar)

Juventude: Marcelo Carné; Igor, Wellington, Augusto e Eltinho; João Paulo, Gustavo Bochecha, Matheuzinho, Renato Cajá e Rogério; Rafael Grampola. Técnico: Pintado