Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Ricardo Fabris garante que mudança de partido não foi motivada por conflito

Vice-prefeito irá para o PSD, onde auxiliará nas campanhas de Ricardo Guidi e Julio Garcia
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 22/03/2018 - 17:58Atualizado em 22/03/2018 - 18:34
Vice-prefeito de Criciúma, Ricardo Fabris (foto: Erik Behenck)
Vice-prefeito de Criciúma, Ricardo Fabris (foto: Erik Behenck)

Ricardo Fabris vai trocar o PSDB pelo PSD. O vice-prefeito de Criciúma aceitou o convite do ex-conselheiro do TCE/SC Julio Garcia e irá se filiar provavelmente no sábado (24). Fabris concedeu entrevista a Arthur Lessa, no Ponto Final da Rádio Som Maior, onde afirmou que a decisão não foi motivada por conflito político e que já poderia ter sido tomada no passado.

“Essa decisão já podia ter sido tomada lá em 2016, em uma conversa com o deputado Julio Garcia, onde o prefeito Clésio Salvaro também participou. Dessa vez fui procurado ontem à noite, para participar desse projeto político para Santa Catarina, para a região sul e para Criciúma”, contou Fabris.

O vice-prefeito afirmou que ligou para lideranças do partido. Frisou que continua na agenda com Salvaro e que a parceria será cada vez mais forte, também não descartou ser novamente candidato a vice na próxima eleição. Fabris disse ainda que hoje é complicado fazer política e trocar de partido.

“Quero deixar muito claro que eu saio do PSDB e não houve qualquer conflito, não, não houve nenhum conflito com o prefeito Clésio Salvaro. Não houve qualquer conflito com lideranças do PSDB, muito pelo contrário, eu tenho que ser bem justo e fazer justiça e agradecer ao prefeito Clésio Salvaro e as lideranças, pelo respeito e acolhimento”, pontuou.

Segundo o político, ele nunca havia imaginado ser vice-prefeito, até receber o convite de Clésio Salvaro, por outro lado, lembrou que seu nome era cotado para ser candidato a prefeito. “Eu me coloco nesse momento a disposição do PSD para ajudar na eleição do Ricardo Guidi e do Julio Garcia, o que vai acontecer lá na frente eu não sei. É claro que sonho em ser prefeito, todo político sonha em ser prefeito de sua cidade”, finalizou.