Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Reunião debate mudança no estatuto do Tigre

Adequação é necessária para o clube continuar apto a receber recursos da Lei Pelé
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 04/09/2020 - 13:03Atualizado em 04/09/2020 - 16:16
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

O Conselho Deliberativo do Criciúma realiza reunião neste sábado, 5, para debater uma alteração no estatuto do clube. Quem tratou do assunto no programa Som Maior Esportes, com o Timaço da Rádio Som Maior, foi o diretor Comercial e de Marketing do clube, Julio Remor. “Sábado é um dia importante porque precisamos readequar o estatuto do clube e deixá-lo em condições de continuar recebendo recursos do Governo Federal. A Lei Pelé exige que os estatutos comportem que os jogadores participem de órgãos de direção, ou seja, estejam participando das decisões do clube como um todo”, falou.

Remor ainda comentou sobre a importância da definição. “O estatuto do Criciúma como um todo nunca foi readequado para isso e até hoje não tivemos problema com isso, porém em 2018, o Ministério dos Esportes baixou uma portaria que para qualquer clube receba recursos do governo federal, tem que se adequar a Leu Pelé. Precisamos convocar todos os conselheiros neste momento para que a gente possa incluir no estatuto do clube um pequeno artigo que vai dizer que o estatuto autoriza e tem atletas em seu colegiado de direção”, salientou.

O secretário do Conselho Deliberativo, Wanderlei Barbosa de Souza, também falou da ação. “Uma ação que estamos tomando em prol do clube, não tem nenhum objeto senão garantir recursos para o clube nos próximos anos. O clube precisa das categorias de base. Hoje nenhum clube sobrevive sem as categorias de base, então é preciso fazer esta alteração simples. O nosso estatuto deixa ela complexa, pois precisamos nos reunir sábado, depois fazer outra votação. Complexa, mas uma garantia para o clube para não sair mudando o estatuto a esmo. Vai ser um dia bastante importante para o clube, são mudança urgentes. Temos um prazo para cumprir isso, pro isso foi feita esta reunião de bate pronto. Como temos prazo, e ainda este problema da pandemia que tem atrapalhado bastante”, citou.

Ouça a entrevista na íntegra: