Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Resultado do segundo turno deve sair antes do previsto

Segundo presidente do TRE-SC, catarinenses devem conhecer novo governador por voltas das 18h30
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 22/10/2018 - 11:28

O segundo turno das Eleições 2018 acontece no próximo domingo (28). Em Santa Catarina mais de 65 mil pessoas devem trabalhar no dia do voto, garantindo que tudo funcione em ordem. Segundo o desembargador Ricardo Roesler, presidente Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) uma das novidades para esta próxima etapa é que o resultado pode sair antes do previsto.

“Inicialmente sairia às 21h, mas deve acontecer por vota das 20h ou 20h30. Porque temos que aguardar o termino da votação no Acre. Lá são duas horas a mais para totalizar o resultado para presidente. Acredito que no máximo em uma hora e meia teremos o resultado para a eleição de governador, ou seja, por volta das 18h30 se tudo correr bem, em todas as sessões”, contou.

Fake News

As fake news (notícias falsas) são um dos principais problemas enfrentados pela Justiça Eleitoral nas Eleições 2018. Para evitar que estes boatos influenciem no resultado das urnas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem feito um trabalho intenso. “Uma pequena parte do eleitorado resolveu divulgar teorias da conspiração colocando em cheque o trabalho da Justiça Eleitoral que é uma da melhores do mundo. Só que isso tem que ser apurado. Localizamos diversas mensagens que estavam se autodeclarando, dizendo nome e localização e essa pessoas estão sendo investigadas. Essas histórias estão sendo legitimamente investigadas pela Justiça Federal”, esclareceu Roesler.

Segundo o presidente do TRE-SC, a Justiça Eleitoral está trabalhando em conjunto com o Facebook, que é a empresa que administra o WhatsApp, principal via de comunicação privada e um dos principais meios de divulgação das notícias falsas. “São diversos grupos investigados. A Polícia Federal e o TSE, estão verificando a possibilidade de excluir essas contas para que não continuem com essas notícias. E essas pessoas poderão ser punidas”, afirmou.