Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Ranking confirma: gasolina mais cara em Criciúma

Até o início de março, eram 42 postos cobrando abaixo de R$ 4 o litro. Agora, são 14
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 12/03/2019 - 17:53Atualizado em 12/03/2019 - 17:59
Arquivo / A Tribuna
Arquivo / A Tribuna

A impressão que os consumidores vem percebendo nas últimas semanas está confirmada. Divulgado faz poucos minutos, o mais recente ranking do Procon para os preços dos combustíveis em Criciúma reforça a alta dos preços nos postos da cidade. “Eles nos informaram que o grande fator para esse aumento ter aparecido foi a cana de açúcar, onde houve um aumento neste preço e dos tributos”, comentou o coodenador do Procon Criciúma, Gustavo Colle.

O litro da gasolina comum mais barato, que era encontrado a R$ 3,87 no ranking divulgado em 1º de março, agora está em R$ 3,92. O mais caro saltou de R$ 4,14 para R$ 4,19. No ranking anterior, apenas um posto estava cobrando mais de R$ 4 o litro. Agora já são 29, enquanto 14 postos ainda mantém o valor abaixo dos R$ 4.

Houve flutuação para cima também na gasolina aditivada, cujo valor menor era R$ 3,91 o litro. Agora, R$ 3,95. O máximo aumentou de R$ 4,32 para R$ 4,39. A oscilação também é conferida na oscilação dos postos abaixo dos R$ 4 (eram 32, agora são apenas 5) e dos acima (eram 11, agora são 38).

O diesel segue com valor mínimo de R$ 3,18, mas o máximo saltou de R$ 3,59 para R$ 4,44. No etanol, o mínimo segue em R$ 3,19, e o máximo passou de R$ 3,71 para R$ 3,74.

O GNV continua com o preço do metro cúbico entre R$ 2,79 e R$ 2,89.