Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Quatro assaltos são registrados em menos de 24 horas

Uma arma e uma touca balaclava foram apreendidas com um dos suspeitos
Por Vanessa Amando Criciúma, SC, 21/02/2019 - 07:04
Foto: Polícia Militar
Foto: Polícia Militar

Em menos de 24 horas, quatro assaltos foram registrados em Criciúma. O mais recente aconteceu na tarde dessa quarta-feira, dia 20, no bairro Cidade Mineira Nova. Por volta das 15h30, três homens anunciaram o assalto em uma farmácia, sendo que dois entraram e um ficou na porta. Um dos criminosos estava armado e um deles usava uma touca balaclava. O trio conseguiu roubar dinheiro do caixa do estabelecimento, um notebook, celulares, além de um carro de uma cliente, no qual fugiram. Ninguém ficou ferido.

O automóvel VW SpaceFox foi recuperado pela Polícia Militar (PM) pouco tempo depois, no bairro Vila Manaus. Ele estava com o suposto trio de assaltantes, mas dois deles conseguiram fugir antes da abordagem policial. Um dos homens foi detido e reconhecido pelas vítimas como um dos autores do assalto à farmácia. Com ele também foi encontrada uma arma de fogo e uma touca balaclava. O criminoso foi preso em flagrante e conduzido à Delegacia de Polícia junto com os itens apreendidos.

Na noite anterior, uma empresa e um posto de combustíveis foram assaltados em sequência no bairro Sangão. O primeiro crime foi por volta das 20 horas, quando homens armados entraram em uma empresa e anunciaram o assalto. Eles roubaram notebooks, celulares, dinheiro e um carro. Logo em seguida, ainda com o veículo, os criminosos praticaram outro assalto, desta vez em um posto de combustíveis, de onde levaram dinheiro. Os suspeitos não foram encontrados.

Mais tarde, por volta das 23 horas, três adolescentes a pé foram assaltadas no bairro Santa Bárbara. Elas relataram que dois homens em uma motocicleta se aproximaram e o caroneiro anunciou o crime. Elas tiveram que entregar celulares e carteiras. Apesar do susto, as vítimas não ficaram feridas. Os autores fugiram e ainda não foram localizados.