Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Eleições 2022

PTB não conversa com antibolsonaristas e aliados de Carlos Moisés

Kennedy Nunes mantém candidatura ao senado e diz que o projeto do partido é a reeleição de Bolsonaro
Por Enio Biz Criciúma, SC, 08/04/2022 - 09:17 Atualizado em 08/04/2022 - 09:40
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O deputado estadual e presidente do PTB de Santa Catarina, Kennedy Nunes, permanece firme no projeto de ser candidato ao senado. Paralelo a isso, o projeto do partido é a reeleição do presidente, Jair Bolsonaro. Em entrevista ao programa Adelor Lessa desta sexta-feira (08), Kennedy Nunes enfatizou que a preocupação é no conservadorismo pós-2026.

"O projeto do PTB é a reeleição do presidente Bolsonaro. Fui chamado em Brasília para ser senador e temos o projeto de eleger uma boa bancada de deputado estadual e federal. Nossa preocupação é no conservadorismo pós-2026, pós reeleição de Bolsonaro. Portanto, o PTB tem esse projeto, independente dos projetos e das decisões dos outros partidos. A minha candidatura nunca foi pra negociar. Lá atrás, eu tive uma conversa com o senador Jorginho Melo de como poderíamos caminhar juntos. Com a desistência de Luciano Hang, o nosso projeto segue imutável e cada vez mais firme".

O deputado comentou a decisão do presidente Bolsonaro de escolher o empresário Jorge Seif Júnior como candidato ao senado por Santa Catarina. "O presidente decidiu fazer a escolha dentro de uma questão de confiança. Mas, a confiança de Bolsonaro não é a mesma confiança do eleitor catarinense. O Jorge Seif é um grande cara e tem meu respeito. Nós precisamos de um senador que peite as inconstitucionalidades do Alexandre de Moraes. Santa Catarina tem que ter o protagonismo e esse enfrentamento tem que ter. Eu fui sete vezes na Polícia Federal porque o Alexandre de Moraes me intimou. Não tenho medo. Se eu for preso e usar a tornozeleira eletrônica é porque estamos no caminho certo", avalia.

O projeto do PTB de Santa Catarina será decidido neste sábado (09) pelos quase 90 pré-candidatos. "A decisão do partido e de como irá o partido não será mais só minha, e sim, minha e de mais 180 mãos. Nós temos alguns caminhos. Um de lançar candidatura ao senado sem candidato a governador. Existe a possibilidade de lançarmos governador. E tem a possibilidade de apoiarmos um candidato a governador. Nós não abrimos conversa com quem não for bolsonarista e quem é aliado com Carlos Moisés. De agora até julho, vamos mostrar para Santa Catarina a seleção que fizemos de bons candidatos conservadores", finaliza Kennedy Nunes.

Confira o podcast da entrevista do deputado estadual e presidente estadual do PTB, Kennedy Nunes:

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito