Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Próspera precisa jogar sem medo contra a Chape, diz Paulo Baier

Equipe contará com o retorno de Sueliton, Xaro e Gullithi para o jogo contra a líder
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 08/04/2021 - 10:25Atualizado em 08/04/2021 - 10:27
Foto: Lucas Colombo / EC Próspera
Foto: Lucas Colombo / EC Próspera

O Próspera vive o seu melhor momento no Campeonato Catarinense e viaja ao oeste do estado na tarde desta quinta-feira, 8, para encarar a líder Chapecoense no sábado. Válida pela oitava rodada da competição, a partida poderá decidir de vez a permanência do Time da Raça na Série A, que jogará com uma cobrança muito bem definida pelo técnico Paulo Baier: sem medo.

“A gente sabe que vamos enfrentar o líder, sabemos que vamos enfrentar um time que está na Série A e acima dos outros. Tudo isso nós já sabemos. Temos que ir lá e fazer o jogo, não podemos ter medo e a responsabilidade é da Chapecoense. Temos que ir lá e fazer o nosso jogo, continuar da mesma maneira que estamos jogando, há três jogos sem perder contra times muito bons”, pontuou o treinador.

O professor destaca ainda que, por mais que a partida seja contra a líder do campeonato, a convicção segue sendo a mesma e a estratégia não irá mudar. No entanto, o clube contará com o retorno de peças importantes que deverão começar como titulares. 

Gullithi, Xaro e Sueliton de volta 

O zagueiro Gullithi e o lateral-direito Xaro, titulares do Próspera que, por lesão, não disputaram o jogo contra o Juventus, estarão de volta contra a Chape. “Estão recuperados, estão a disposição. Provavelmente o Gullithi jogue, tem a volta do Sueliton também e o Xaro está recuperado, vamos dar sequência ao nosso trabalho”, destacou.

Após três jogos cansativos e corridos, o elenco teve tempo para descansar e treinar. Os jogadores folgaram no domingo e na segunda e, desde então, estão treinando diariamente. Esse período sem jogos, segundo Paulo, foi importante para a recuperação dos atletas.

Objetivo não muda 

Paulo ressalta que, mesmo contra o líder, o Próspera vai entrar em campo para ganhar. Ainda sim, um ponto pode ser bem valorizado pela equipe, que ocupa atualmente a sétima colocação do Catarinense e está há seis pontos do décimo primeiro colocado.

Mesmo tendo chances reais de classificação para a próxima fase, o treinador ressalta que a permanência ainda é o foco. “O objetivo continua o mesmo, não tem nada garantido ainda. Temos três rodadas, nove pontos e muita coisa para acontecer, mas temos que fazer o nosso, ponto a ponto”, afirmou.