Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Procon registra mais de 150 reclamações contra a Agemed em um mês 

Somente em 2019, o órgão já registrou 208 reclamações, sendo que nos últimos 30 dias foram 153
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 21/11/2019 - 16:57Atualizado em 21/11/2019 - 17:05
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Cada dia, as reclamações referentes ao plano de saúde da Agemed tem aumentado. Em 2019, o Procon de Criciúma registrou, até a data de hoje, 208 reclamações referentes aos serviços prestados pelo plano, sendo que somente nos últimos 30 dias foram registradas 153 reclamações, correspondendo a 75% do total. Os números só aumentam e os maiores afetados são os usuários. Nesta semana, a Agemed lançou uma nota referente às reclamações. 

As dificuldades internas que resultaram na crise financeira que a Agemed passa se arrastam desde o ano passado e usuários tem sofrido com serviços cortados, médicos que pararam de realizar atendimento e até mesmo tratamentos interrompidos. 

Rodrigo* trabalhou por três anos e meio como corretor dos planos de saúde. Ele deixou a empresa em 2018 e conforme ele, desde este período já se observava as dificuldades. “Eles sempre prestaram um ótimo serviço. Isso não podemos reclamar, nunca agiram de má-fé. Mas chegou um momento em que nós ouvíamos falar que estava ficando complicado e acredito que o principal motivo dessa crise são grandes contratos firmados e que deram prejuízo”, coloca. A partir disto, a empresa começou a deixar de pagar os seus fornecedores. 

Diante do grande número de reclamações na cidade, o Procon lançou uma Nota Técnica na tarde desta quinta-feira, 21, abrindo um processo administrativo contra a Agemed. “Queremos dar amparo à população e ter um respaldo do que ocorreu e o que está acontecendo com o plano de saúde”, coloca o coordenador do Procon, Gustavo Colle. 

A empresa tem 10 dias para responder ao processo, e o Procon analisará a resposta. Caso não seja satisfatória, aplica-se uma multa. 

A Agemed lançou, nesta semana, uma nota oficial, afirmando que passa por uma reestruturação profunda e que continua garantindo a disponibilidade de todos os serviços contratados. 

Veja a nota

A Agemed passa atualmente por uma reestruturação profunda, a fim de tornar o seu modelo de negócio sustentável por longo prazo. Nesse sentido, conduzimos a transição de modelo de relacionamento com a rede médica, o que vem ocasionando mudanças mais frequentes que o habitual em nossa rede credenciada.

Ressaltamos que continuamos garantindo a disponibilidade de todos os serviços contratados. Ainda assim, pedimos desculpas aos nossos beneficiários pelos contratempos decorrentes dos ajustes no nosso quadro de prestadores. 

Rede médica

Nesta nova fase, mantemos uma rede de prestadores igualmente completa, porém menos numerosa. Trata-se de uma medida amplamente adotada pelo Brasil e pelo mundo, à qual optamos para manter nossos planos financeiramente acessíveis, com atendimento qualificado e alto comprometimento com a saúde.

Temos como objetivo fortalecer nossa presença nos locais onde atuamos, por meio da estabilização da rede médica, e consequente satisfação de todos os públicos com os quais nos relacionamos.

Unidades comerciais

A Agemed remodelou a sua estratégia comercial, e as agências deixaram de ser necessárias, uma vez que corretores de mercado são responsáveis pelas vendas. As unidades eram pontos de comercialização de planos, e, por vezes, buscadas também por beneficiários para esclarecimento de dúvidas. A Agemed continua em atuação, apenas deixou de ter endereços para atendimentos presenciais.

Agora, esses contatos devem ser feitos exclusivamente com a matriz da Agemed, pelos nossos canais de atendimento. Dessa forma, amplia-se a praticidade e a resolubilidade das demandas.

Atendimento ao beneficiário

Aos beneficiários, destacamos que estamos à disposição para solucionar possíveis contratempos. 


* Nome fictício para não identificar o entrevistado.