Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Procon divulgará rankings da gasolina por bairros

Ideia é mostrar realmente onde o litro é mais barato e mais caro
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 07/11/2019 - 07:57Atualizado em 07/11/2019 - 07:59
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Os rankings com o preço dos combustíveis em Criciúma, elaborado pelo Procon, já são tradicionais. Nesta quinta-feira, 7, deverá ser lançado mais um ranking, mas este um pouco diferente. Conforme o coordenador do Procon, Gustavo Colle, dessa vez a análise será focada em pontos específicos da cidade, para identificar em qual posto é mais barato.

“O ranking é feito em 100% dos postos de Criciúma. São 43 postos de combustíveis, onde a gente encontrou a gasolina mais barata em três deles, em compensação, a gasolina mais cara, nós achamos somente 2% mais cara do que a mais barata, então temos uma diferença de preço de R$ 4,09 para R$ 4,19”, disse Colle.

O novo estilo vai servir para ajudar na identificação de possível cartel. O promotor da 7ª Promotoria de Criciúma, Diógenes Alves, está analisando essa condição. “Temos apenas sete valores de preços de combustível aqui na cidade. Isso é muito importante, para identificar onde tem posto de gasolina mais barato”, disse o coordenador do Procon.

Os rankings focados em bairros deverão ajudar o Ministério Público em uma possível investigação sobre cartel. “É importante fazer essa pesquisa de preço, porque na área central temos o maior número de postos, temos bastante na Santa Luzia e também na Quarta Linha. Esse ranking por região vai mostrar onde a gasolina é mais barata, vai ficar muito fácil para identificar”, explicou.

A reclamação é de que assim que um posto sobe o preço do litro, os outros fazem o mesmo. Acontece que as empresas possuem um limite máximo e mínimo que podem mexer no preço da gasolina, já que nenhum compra muito mais barato das distribuidoras, e nem acima da média.

“Nós estávamos fazendo comparativos para ver qual é o mais barato e qual o mais caro. É uma série de ações que o Procon fará junto com o Ministério Público, para informar ao consumidor qual é o mais barato na sua localidade”, concluiu Colle.