Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Presidente da Câmara não descarta possibilidade de Içara voltar a ter 11 vereadores

Polêmica de aumento de salários de assessores está diretamente relacionada ao acréscimo de 4 vereadores na última legislatura
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 06/03/2018 - 09:40Atualizado em 06/03/2018 - 11:41
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

O aumento de salários de assessores de Içara parece ter sido suspenso, mas não descartado. Ontem, uma reunião parar tratar do assunto esteva marcada para às 11h da manhã, mas apenas cinco vereadores compareceram e a reunião foi cancelada. Caso fosse aprovado, o aumento custaria anualmente R$ 400 mil a mais.

“Eu acredito que os vereadores estejam sensíveis a toda a repercussão colocada e este assunto não deve voltar neste ano. Como o projeto não foi protocolado até às 16h, nós entramos na Sessão normalmente e não tivemos essa conversa. Acredito que deve ter discussão nesta semana”, comentou o presidente da Câmara de Vereadores de Içara, Alex Michels.

Nas últimas eleições a Câmara teve um aumento de vereadores, mas houve tentativa de manter gastos controlados. “Um coisa que é bom salientar é que, como tivemos aumento de 11 para 15 vereadores, tivemos que refazer o reajuste salariais. Tínhamos que fazer com que com 15 vereadores tivéssemos o mesmo gasto que tínhamos quando eram 11, e isso foi uma vitória”, comentou Michels.

Michels não descartou a possibilidade retornar ao número anterior de vereadores para as próximas eleições. “Ainda temos que fazer esse estudo para ver se a cidade precisa destes 15 vereadores. Essa discussão vai entrar à tona e pode ser que seja adiantada. Pode ser que voltemos a ter 11 e pode ser que isso seja debatido entre pares. Tudo que evolve isso é para a próxima legislatura, em 2020”, revelou.