Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Polícia Civil procura foragido

Homem é suspeito de ter praticado os crimes de direção de veículo sem habilitação, desobediência, dano ao patrimônio público e duplo homicídio tentado qualificado.
Por Redação Criciúma, SC, 19/09/2019 - 15:59Atualizado em 19/09/2019 - 16:07
Divulgação
Divulgação

A Polícia Civil de Orleans está realizando diligências para prender preventivamente Nivaldo Manoel de Andrade, 32 anos, com 69 registros policiais, por ser suspeito de ter praticado os crimes de direção de veículo sem habilitação, desobediência, dano ao patrimônio público e duplo homicídio tentado qualificado.

No dia 02 de setembro de 2019, a PC de Orleans recebeu informação que “Manequinha” e outras duas pessoas iriam a cidade de Criciúma para efetuar a transação de um veículo pertencente, pelo qual receberiam o pagamento em drogas, sendo que também trariam drogas para comercializar na cidade de Orleans, a fim de “aproveitar a viagem”.

Diante a circunstância, o setor de investigação efetuou uma campana e buscou efetuar a abordagem dos suspeitos quando estivessem chegando na cidade, eis que se conseguiu identificar que estavam tripulando o VW/Gol, placas CJP-5426, registrado em nome da avó da esposa de “Manequinha”.

Considerando que suspeitos eram possuidores de extensa ficha policial, ambos foram abordados no trevo de acesso da SC 108 na SC 390, no bairro Samuel Sandrini, local onde os suspeitos teriam que obrigatoriamente diminuir a velocidade, momento propício para uma abordagem segura.


Ao efetuar a abordagem, os Policiais Civis deram voz de parada, quando o veículo dos suspeitos parou no trevo. Contudo, o condutor, Nivaldo Manoel de Andrade, conhecido por “Manequinha”, criminoso violento, bateu na viatura policial, danificando o bem público, deu ré e seguiu na contramão de direção, rumando no sentido Orleans/Lauro Müller, pela SC 390, sendo acompanhado pela viatura, com a sirene ligada.

Ato contínuo, mesmo com a ordem de parada e reconhecendo a viatura, ele empreendeu fuga, praticando, em tese, o crime de desobediência.

Então, a fim de assegurar a um impunidade de crime anterior, em alta velocidade e sem possuir CNH, “Manequinha”, efetuou várias ultrapassagens forçadas e, em um delas, na frente da empresa Concretar, invadiu a mão de direção da Renault/Duster, que vinha na mão contrária, fazendo com que ela saísse da rodovia e capotasse várias vezes, quase causando a morte de duas mulheres, praticando duplo homicídio qualificado, já que ao tentar escapar da atuação estatal e para assegurar a impunidade em outro crime, só não matou as vítimas por circunstâncias alheias à sua vontade.


Nivaldo é contumaz desafiador da ordem pública e do Estado, tendo, inclusive, tentado contra a vida de policial militar, além de ser extremamente violento, conforme várias passagens policiais.

Caso alguém saiba o paradeiro de “Manequinha” deve entrar em contato com a Delegacia de Orleans pelo 048-3466-0190 ou contato através do disque denúncia 181 ou pelo WhatsApp 048-98844-0011.