Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
Eleições 2020

Podemos de Forquilhinha quer enxugar a máquina pública

Atual vereador Juliano Arns é a aposta do partido para concorrer a cadeira do Executivo
Vitor Netto
Por Vitor Netto Forquilhinha - SC, 10/08/2020 - 11:44Atualizado em 10/08/2020 - 12:08
Equipe do Podemos da região visitando o prefeito Dimas Kammer. Ao Centro, Dimas e Juliano / Foto: Divulgação
Equipe do Podemos da região visitando o prefeito Dimas Kammer. Ao Centro, Dimas e Juliano / Foto: Divulgação

Com as eleições datadas para 15 de novembro, o Podemos de Forquilhinha já atua também na corrida eleitoral. Com Juliano Arns como pré-candidato a prefeitura da cidade, o partido, que é novo em Forquilhinha, busca trazer novidades na política, com oportunidades e focando em enxugar a máquina pública. O presidente do partido, Marcello Mazzucco, falou ao programa Adelor Lessa na manhã desta segunda-feira, 10, sobre como o partido se encaminha para a corrida eleitoral. 

Até o momento, o partido não conta com coligações e encabeça a chapa pura. "É o partido que mais cresce em Santa Catarina e nos dão oportunidade para isso. O objetivo do Podemos é dar uma alternativa para o eleitor de Forquilhinha. Principalmente aqueles que eles estão descontentes com a atual situação da cidade. Vimos que na pesquisa espontânea não aparecemos com um bom desempenho, mas como o Podemos é um partido novo, não teria um desempenho grande, mas estamos buscando falar sobre as faces e mostrar os objetivos do Podemos", explicou Mazzucco. 

Vereador Juliano Arns, pré-candidato a prefeitura da cidade (Foto: Divulgação)

Juliano Arns é vereador por Forquilhinha. "Ele tem o melhor currículo para disputar a prefeitura. Ele é um funcionário de carreira e apresenta os requisitos para a gestão pública", comentou. 

Objetivo de enxugar a máquina pública

Conforme Mazzucco, o principal objetivo da gestão da partido é de enxugar a máquina pública."Há muitos concursados na prefeitura e os comissionados não estão sendo bem aproveitados. Precisamos reduzir esse número. Temos algumas diretrizes e montamos algumas intensões de governo. O principal objetivo é entregar uma gestão pública eficaz, impor metas e colher resultados", enfatizou

O presidente do partido afirmou que há 150 comissionados na prefeitura e que desse número é possível reduzir 40. "Isso vai gerar uma economia de quase R$ 2 milhões no ano", afirmou.

Eleições de 2020

Para Mazzucco, o principal trabalho dessas eleições será realizados nas redes sociais do partido e dos pré-candidatos. "Hoje contamos com vários meios de comunicação, ligações e temos pessoas em vários bairros junto com a gente e que assim faremos com que as nossas propostas cheguem nas pessoas", comentou. 

Tags: eleição