Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Placas conscientizam moradores a não dar esmolas em Criciúma

Pedintes devem ser orientados a procurarem o Centro Pop; Equipamentos foram instalados ao longo da Avenida Centenário
Émerson Justo/Decom Criciúma - SC, 11/10/2017 - 09:42Atualizado em 11/10/2017 - 09:48
(foto: Jhulian Pereira)
(foto: Jhulian Pereira)

A Prefeitura de Criciúma, via Secretaria de Assistência Social, em parceria com a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, implantou na última semana, ao longo da Avenida Centenário, placas informativas para conscientizar os moradores a não dar esmolas aos pedintes em semáforos. A ação visa solucionar os problemas ocasionados pela atitude de colaborar com esmolas. As placas foram colocadas em pontos mapeados pelos órgãos.

A campanha tem como tema: "Quer ajudar a tirá-los das ruas? Não dê esmola!". "O ato de dar esmola não contribui para que o indivíduo saia da condição de vulnerabilidade extrema. É apenas uma ação momentânea e que pode piorar a situação, alimentando os vícios dos pedintes. Essas pessoas precisam de soluções definitivas. E a melhor é encaminhá-las ao órgão responsável", explica o secretário municipal de Assistência Social, Paulo Cesar Bitencourt.

Antes de fixar cinco placas nas proximidades de semáforos da Avenida Centenário, a Administração Municipal realizou um mapeamento para identificar os locais onde há mais interrupções no trânsito. A CDL de Criciúma contribuiu com R$ 1,5 mil para custear a confecção do material.

"Além dos pedintes incomodarem a população, devido a insegurança gerada, há oportunistas que aproveitam a boa vontade dos moradores e se infiltram no meio. Por isso, quem deseja ajudar não deve dar esmolas, mas nos comunicar e deixar os profissionais trabalharem com políticas contínuas. Acabando com as esmolas, os pedintes se obrigam a buscar os serviços oferecidos pela Administração Municipal", ressalta Bitencourt.

Os moradores que se depararem com um pedinte devem entrar em contato com o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), através do telefone (48) 3443-5687. "Diariamente, dois profissionais de abordagem de rua trabalham percorrendo a cidade, das 8h às 21h", relata o secretário.

Confira os locais que receberam as placas:

- Praça da Chaminé – Próspera

- Praça Maria Rodrigues – Centro

- Semáforo ao lado do Banco Santander -  Centro

- Cruzamento da rua Joaquim Nabuco com a Avenida Centenário -  Centro

- Semáforo da rua Henrique Lage com a rua Wenceslau Braz - Centro