Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Os quilômetros pavimentados no rumo do desenvolvimento

Em Içara, 100 quilômetros de pavimentação e reflexos na economia
Por Francieli Oliveira Içara, SC, 06/04/2019 - 10:37
Foto: João Gabriel da Rosa / Divulgação
Foto: João Gabriel da Rosa / Divulgação

A infraestrutura de um município está diretamente ligada ao desenvolvimento econômico. É com essa máxima que o prefeito de Içara, Murialdo Gastaldon (MDB), comemora a marca de 100 quilômetros de vias pavimentadas. Mais de 20 comunidades foram beneficiadas com pavimentações em lajota, que somam quase 70 quilômetros, e em asfalto, onde já foram asfaltados mais de 30 quilômetros. Em 2019, com o processo de revitalização da área central do município, esse número terá aumento, dando melhores condições de trafegabilidade.

A projeção de Gastaldon é que até o fim de 2020 se chegue a uma quilometragem próxima a 120. O cálculo é que, de 2013 até 2019, as pavimentações tiveram um acréscimo de 50%. “Içara tinha uma característica diferente, era uma cidade dormitório de Criciúma e isso acontecia porque não havia um planejamento, os loteamentos eram criados sem nenhuma exigência de infraestrutura e esses loteamentos foram crescendo e se transformando em bairros, que, sem infraestrutura, tinham os lotes mais baratos do que em Criciúma”, avalia o prefeito.

Foto: Lucas Renan Domingos / A Tribuna

Gastaldon lembra que, quando assumiu a Prefeitura de Içara, tinha três grandes prioridades: pavimentação, creches e o Hospital São Donato. “A pavimentação iniciamos pelos bairros e região rural e, agora, com a revitalização da área central ,vamos avançar ainda mais”, declara o prefeito.

Entre as comunidades mais beneficiadas com a pavimentação asfáltica, está a Segunda Linha, com 4.940 metros, depois aparecem na sequência Boa Vista/Coqueiros com 3.805, Jardim Elizabete com 2.545, Liri com 2.396, Presidente Vargas com 2.380, Demboski com 2.255 e Cristo Rei com 2.143 metros. 

Bairro Demboski foi um dos que recebeu a ligação com asfalto / Foto: João Gabriel da Rosa / Divulgação

De duas para sete ligações com Criciúma

Um dos destaques levantados pelo prefeito Murialdo Gastaldon é o número de vias pavimentadas ligando Içara a Criciúma. As duas cidades representam quase 62% da população da AMREC, somando 268.604 habitantes. “Antes tínhamos somente a pavimentação na Primeira Linha e a Rodovia Paulino Búrigo, a SC-445, que ainda estava em condições precárias e também recebeu revitalizada”, comenta o prefeito.

Nos últimos anos, mais cinco rodovias de ligação receberam pavimentação. Uma delas é no Bairro Demboski, a outra é através da Linha Três Ribeirões, que facilita o acesso à Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), no Bairro Liri.

A trafegabilidade na Segunda Linha também ficou bem melhor com o asfaltamento. A rodovia ainda dá acesso ao Horto Municipal e ao Santuário do Sagrado Coração de Jesus. “Na Terceira Linha faltam apenas 400 metros, que vamos terminar e ainda tem a ligação do Poço Oito com a Via Rápida”, acrescenta Gastaldon.

Pavimentação na Segunda Linha / Foto: João Gabriel da Rosa / Divulgação

Com o passar dos anos e com o crescimento de Criciúma e Içara, houve a conturbação das duas cidades. Com isso, foi necessária a realização de obras. Neste pacote, construído em parceria com o Governo do Estado, entra a pavimentação da Rua Três Ribeirões e no Bairro Presidente Vargas. O trevo deu lugar ao rebaixamento da rodovia, evitando o cruzamento dos carros. Essas obras foram a contrapartida do Poder Público a investimentos privados que a região recebeu. Primeiro foi a instalação do Nações Shopping do lado de Criciúma e depois veio o Fort Atacadista, já no território de Içara.

O reflexo na economia local

Para o prefeito, que também é economista, a infraestrutura é condição essencial para o crescimento da economia. “Com o asfalto, o transporte da mercadoria fica mais baixo, é mais rápido, traz menos dano ao veículo, é mais seguro”, elenca.

Nos últimos dois anos, Içara chamou atenção regionalmente pelo crescimento muito superior à Região Carbonífera. De 2017 em comparação a 2016, o índice positivo foi de 15%, que se manteve na comparação de 2018 com o ano anterior, enquanto a região cresceu 3%.

Um dado que chama ainda mais atenção é que o desenvolvimento das regiões que receberam as pavimentações é ainda mais superior, chegando a 30% na região agrícola, mais específico na Segunda Linha, que, além do Santuário Coração de Jesus, inaugurado em abril de 2017, recebeu restaurantes, cafés, centros de eventos e agroindústrias.

Rodovia Paulino Búrigo e seu fluxo intenso, contemplada com revitalização depois de anos de espera / Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna

Vale lembrar que essas comunidades ainda foram cortadas pela Via Rápida, ligação duplicada entre Criciúma, Içara e a BR-101, facilitando a escoação da produção.

Para 2019, as previsões do prefeito são otimistas e espera-se que, com os investimentos, o crescimento possa continuar. “A base da economia é isso, investimentos públicos e privados e possibilidade de renda para as pessoas, que movimentam o comércio quando possuem capacidade de compra”, lembra Gastaldon.

Combo acertado. Carrefour quase lá

Em agosto de 2017, o Fort Atacadista inaugurou sua primeira loja na região e escolheu Içara. Com a contratação de cerca de 200 funcionários impulsionou o número de empregos naquele mês. Agora, quase dois anos depois, há uma grande expectativa para mais dois empreendimentos do mesmo segmento tornando a cidade referência em todo o Sul.

Terreno onde funcionará o Combo Atacadista, na Rua Vitória esquina SC-445 / Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna

Já está confirmada a construção do Combo, da rede de supermercados Giassi, que, aliás, tem sede em Içara. O terreno escolhido fica no trevo da SC-445 com a Rua Vitória, bem próximo ao centro içarense. As obras devem iniciar em breve.

No fim deste mês, os acionistas do Carrefour, na França, definem sobre um investimento em Içara. “A diretoria no Brasil já aprovou e agora estamos no aguardo da decisão dos franceses”, salienta o prefeito.

Área para o Carrefour de Içara, na SC-445 cruzamento com o Anel Viário / Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna

Caso a intenção se transforme em realidade, o local também já foi escolhido. Será bem próximo ao viaduto da SC-445 com o Anel de Contorno Viário. Para quem vai de Criciúma para Içara, o terreno fica à esquerda. Somando esses dois empreendimentos, são 500 vagas de trabalho.