Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Onir Mocellin diz que empresas sem lucro podem ser privatizadas

Deputado eleito será o líder do novo governo na Alesc
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 05/11/2018 - 10:23
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Já anunciado como líder do Governo na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), o deputado estadual eleito Onir Mocellin (PSL) afirma que irá trabalhar para atender o desejo dos mais de 71% de eleitores que votaram no Comandante Moisés. Foi a primeira vez que Mocellin concorreu a um cargo público, após 36 anos de Corpo de Bombeiros.

“O pessoal solicitou que a gente tivesse um representante, então resolvi aceitar esse desafio, procuramos um partido e foi o próprio Comandante Moisés que me convidou para ir ao PSL, trabalhamos praticamente a carreira toda juntos, nos reuníamos semanalmente, então decidi aceitar porque eu confiava nele. E deu certo, estamos muito bem”, contou.

Onir Mocellin diz que o partido não tentará eleger o presidente da Alesc, mas, que buscará um nome que se alinhe aos anseios do Governo, com características de ter um Estado menor e a valorização dos empregos. “Nós não vamos pleitear a presidência da Assembleia, até porque precisamos ter uma base de apoio. Para essa função que a gente tá trabalhando, precisamos que os outros partidos estejam alinhados com o Governo”.

De acordo com o deputado eleito, algumas empresas públicas que não estiverem dando lucro poderão ser privatizadas, o que não é o caso da Celesc e nem da Casan. A ideia é nomear diretores com experiência em determinada área para que possam liderar essas empresas.

“Se a empresa está dando lucro, não tem porque privatizar, agora, se está servindo apenas para cabide de emprego e não mostra para que veio, não tem sentido de manter pública. O grande problema não é a empresa pública em si, mas, os cargos colocados nela, que muitas vezes não são qualificados, então vamos colocar gestores”, garantiu.

Confira a entrevista na íntegra: