Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

O skate como incentivo ao esporte e a integração (VÍDEO)

Aconteceu neste sábado o SkateAnima, para os alunos da Apae de Urussanga
Erik Behenck
Por Erik Behenck Urussanga - SC, 30/11/2019 - 12:27Atualizado em 30/11/2019 - 12:35

Uma oportunidade única para os alunos da Apae de Urussanga, com objetivo de estimular a prática de esportes, superando seus limites. Aconteceu na manhã deste sábado, 30, o SkateAnima, no Ginásio Centenário. Foi uma iniciativa da Rock City, junto com a Prefeitura, através do Departamento Municipal de Esportes, beneficiando cerca de 20 alunos.

"É um evento de inclusão social, é especial para as crianças com deficiência, e fazendo essa ação, podemos promover a experiência a eles. Esses alunos com algum problema físico, é uma fórmula de estímulo através do esporte, a ter uma oportunidade e uma vivência diferente. É a primeira vez em Santa Catarina”, comentou Sandro Zanatta, proprietário da Rock City.

A ideia era colocar a criançada para andar de skate. "É um projeto piloto, é a primeira vez q estamos fazendo, temos uma proximidade com a Apae de Urussanga e quem sabe num futuro próximo a gente possa expandir”, disse Sandro. Os equipamentos apropriados para os alunos foram trazidos do Rio Grande do Sul, da Studio Neuro.

Em 2017, as primeiras experiências para alunos especiais envolvendo skate começaram em Porto Alegre. “Que eles tenham essa oportunidade de desfrutar do skate pela primeira vez. Que isso sirva para melhorar a condição deles", disse a diretora da Apae, Maristela Vieites de Jesus.

Segundo a fisioterapeuta da Apae, Jocimara Duarte de Oliveira, o projeto é importante para os alunos da escola. "Este projeto torna acessível a prática do skate adaptado às pessoas com deficiência, promovendo assim, a inclusão social e esportiva, e autonomia destas mesmas pessoas.  Outro aspecto trabalhado é o equilíbrio, desenvolvido através do lúdico, sendo muito importante, principalmente quando se trabalha com crianças”, comentou.