Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Moacir Pereira: tribunal misto, reeleição no Senado e volta das aulas

Os três assuntos foram tratados pelo comentarista da Rádio Som Maior nesta sexta-feira
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Florianópolis, SC, 25/09/2020 - 10:44Atualizado em 25/09/2020 - 10:47
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em seu comentário desta sexta-feira, Moacir Pereira falou sobre três assuntos na Rádio Som Maior. Ele começou pela instalação do tribunal que julgará o impeachment do governador e da vice. “Pela primeira vez é instalado no estado o Tribunal Especial de Julgamento para decidir o pedido de impeachment do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e da vice Daniela Reinehr (sem partido). O ato aconteceu às 10h no plenário do Palácio Barriga Verde e é na Alesc que ele vai funcionar. O parecer deve ser conhecido no início de outubro. Com seis votos, o pedido será rejeitado e o governador mantido, ou com seis votos, será aprovado e neste caso o governador e a vice serão afastados por pelo menos 180 dias”, destacou.

Outro assunto abordado, é a posição dos senadores catarinenses diante da tentativa do presidente do Senado de se reeleger no cargo. “A posição elogiável dos três senadores de Santa Catarina que são totalmente contrários às manobras do presidente do Senado, Davi Alcolumbre em torno de sua própria reeleição. Ele articula um atalho através do STF para permanecer no cargo. E nesta manobra, conta com parceria do deputado federal Rodrigo Maia, que trabalha pela própria a reeleição, ainda mais imoral par a presidência da Câmara. O senador Esperidião Amin fez um estudo com a sua assessoria em Brasília e identificou o autor do artigo da Constituição que veda de forma clara a reeleição do presidente do Senado. O projeto, em 1988, foi de autoria do deputado Claudio Ávila da Silva, ex-prefeito de Florianópolis”, disse.

Para encerrar, Moacir Pereira falou das aulas presenciais em Santa Catarina. “Começando pelas escolas particulares que já enfatizaram há meses que tem protocolos rigorosos para proteção dos alunos e profissionais. Neste fim de semana haverá uma carreata em Florianópolis com mais um apelo público ao prefeito Gean Loureiro. Os médicos especialistas estão nesta campanha e apontam estudos que crianças não transmitem o vírus. E que este longo confinamento já está trazendo prejuízos psicológicos e pedagógicos aos alunos”, finalizou.

Confira o comentário no podcast: