Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

“Minha transferência não quebra o elo de confiança com Salvaro”

Ricardo Fabris explica que motivo de filiação ao PSD. Ato aconteceu neste sábado
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 24/03/2018 - 20:29
(foto: Clara Floriano/ 4oito)
(foto: Clara Floriano/ 4oito)

Durante o evento de filiação do ex-conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina, Júlio Garcia, mais uma liderança filiou-se ao PSD: o vice-prefeito de Criciúma, Ricardo Fabris. O anunciou de mudança de sigla foi feito no fim na semana que passou. Segundo Fabris, a filiação poderia ter acontecido já em 2016.

“Desde 2016 eu, o conselheiro Júlio Garcia e o prefeito Clésio Salvaro já vínhamos conversando sobre a possível filiação ao PSD. Por algumas circunstâncias eu fui pro PSDB. Neste momento estou indo ao PSD num convite e apelo do deputado Júlio Garcia pela amizade e confiança mutua que existe entre nós”, contou Fabris.

Segundo o vice-prefeito, as últimas conversas para a filiação ao PSD tiveram a participação do prefeito Clésio Salvaro. “Ficou muito acertado de que minha ida para o PSD vai acrescentar bastante para a parceria entre os dois partidos. Em nenhum momento essa minha transferência quebra o elo de confiança entre o prefeito Clésio Salvaro e o vice Ricardo Fabris. Temos um objetivo em comum, que é o bem de Criciúma”, esclareceu Fabris.

Para Fabris com sua filiação ele pode contribuir para a organização do partido para reforçar as candidaturas de Ricardo Guidi e de Júlio Garcia. O vice-prefeito descartou a possibilidade de concorrer a qualquer cargo nas eleições 2018. “Está descartado. Não conversamos, não há possibilidade nenhuma. Eu sou agora um colaborador do PSD”, revelou.