Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Metalúrgica de Forquilhinha deve quase R$ 2 milhões para os funcionários

Empresa está fechada e não pagou sete meses de salários aos trabalhadores
Erik Behenck
Por Erik Behenck Forquilhinha - SC, 04/11/2019 - 10:43Atualizado em 05/11/2019 - 07:46
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Os antigos funcionários da Metalúrgica Santa Líbera ficaram sete meses sem receber. No dia 28, algumas máquinas sumiram do pátio da empresa, que tem sede em Forquilhinha. A expectativa é de que nesta semana os donos da empresa tomem uma decisão, entre anunciar o fechamento ou vender a propriedade.

“Isso aí já vem se arrastando faz sete meses. Eles diziam que daria jeito e nós fomos dando votos de confiança. Chegou nessa data sem eles fazerem o pagamento dos trabalhadores. Agora já estão 7 meses sem receber salário”, comentou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Criciúma e Região, Francisco Pedro dos Santos.

Ele conversou com o dono da Metalúrgica Santa Líbera nesta segunda-feira, 4, que preferiu não se reunir com os trabalhadores. “Eu conversei com o proprietário da empresa, ele disse que conversaria com um advogado”, contou. A expectativa é de que a posição seja definida até quinta-feira.

“Se a gente colocar na média de R$ 2 mil por cada trabalhador, vezes 70 trabalhadores, dá quase R$ 2 milhões ao longo dos sete meses”, comentou o presidente do sindicato. As máquinas que desapareceram poderiam ser penhoradas e usadas para quitar as dívidas. “A gente fica até desconfiado, mas não tem como provar”, concluiu.

Tags: metalurgicos