Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“Mauro Mariani é o favorito, mas não tem voto”

Colunista Claudio Loetz fala sobre cenário político em SC e eleições 2018
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 18/01/2018 - 10:38
(foto: reprodução/ A Notícia)
(foto: reprodução/ A Notícia)

Nesta semana o programa Adelor Lessa está trazendo jornalistas e colunistas políticos de diferentes regiões do estado para falar sobre o cenário político e eleições 2018, com foco principalmente em Santa Catarina. Hoje foi a vez de Claudio Loetz, colunista de economia e política do Jornal A Notícia de Joinville.

Loetz abriu seu comentário falando da situação do MDB: “Udo Dohler tem até bastante interesse, mas não creio que ele saia da prefeitura. O Udo só seria possível via consenso do PMDB. Então parece que o Udo não vai ser candidato, embora possa querer e tenha o perfil de liderança. Mauro Mariani é o favorito, mas não tem voto. Não consegue se eleger com outros três nomes fortes. Ainda dentro do MDB o Pinho Moreira tem chances. É um jogo muito incerto dentro deste partido”

O colunista falou um pouco sobre outros partidos e possíveis candidatos. “Outro nome, Paulo Bauer, do PSDB, é certo. Até porque ele é líder do partido no senado e tem uma liderança expressiva.  Tem outros nomes também, como o Merísio do PSD e o Décio Lima do PT. Será uma eleição não polarizada e bastante sangrenta”, afirmou.

Para Loetz, hoje pode-se dizer que haverá disputa entre pelos menos quatro representantes das principais siglas do estado, entretanto o cenário político pode mudar a qualquer momento. “Não é só questão pessoal de cada um, é um jogo de poder”, explicou.

Sobre a distanciamento de Mauro Mariani e Udo Dohler, do MDB, Loetz disse que aconteceu porque Mariani forçou um situação. “Queria ser candidato de qualquer jeito em um momento em que a muita gente estava dizendo que não queria mais um político. E na época o MDB não dava essa sinalização. Mas enfim, é o nome que está dado e deve permanecer”, comentou.