Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Kaminski sobre Salvaro: “Vou continuar com meu papel até o final, doendo a ele ou não”

Vereador rebateu as falas do prefeito, após cita improbidade administrativa
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 19/06/2019 - 09:16Atualizado em 19/06/2019 - 09:19
(foto: divulgação)
(foto: divulgação)

O vereador Júlio Kaminski (PSDB) rebateu as declarações do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB). Primeiro Kaminski disse que o chefe do Poder Executivo estava cometendo ilegalidades no CriciúmaPrev, depois foi a vez do prefeito. Em entrevista ao Programa Adelor Lessa, o vereador disse que continuará cumprindo o seu dever, para o qual recebeu votos.

“O nosso papel vai ser feito a pleno. Eu vou continuar trabalhando, porque eu fui eleito para isso. Vou continuar com meu papel até o final, doendo a ele ou não. Vamos continuar fazendo o nosso trabalho independente disso. As ofensas pessoais devem ficar para terceiro plano, temos que discutir as questões para o município”, concluiu.

Segundo Kaminski, Salvaro citou números de pesquisa que são contraditórios e que a situação não tem a ver com as eleições do próximo ano. Os dois são do mesmo partido, pelo menos por enquanto, mas o vereador deverá mudar de sigla em breve.

“O papel do vereador é fiscalizar. A gente tem que entender que o ano eleitoral é ano que vem, eles acham que a gente não tem que trabalhar mais e ficar quieto. É uma pena e lastimável para a cidade de Criciúma ter que ouvir tanta besteira. Quem tem que estar dando explicação é ele, que tá deixando de fazer as coisas da forma legal”, afirmou.

Confira a entrevista na íntegra: