Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Julio Kaminski será o candidato do PSL para as eleições de Criciúma

Candidato admite o foco na relação com as pessoas, para as eleições deste ano
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 18/02/2020 - 11:01Atualizado em 18/02/2020 - 11:02
Foto: divulgação
Foto: divulgação

Apesar de já ter sido anunciado como pré-candidato pelo Democratas, o vereador Júlio Kaminski será oficialmente o candidato do Partido Social Liberal para as eleições municipais de Criciúma deste ano. A decisão partiu do vereador, após uma longa conversa envolvendo os presidentes do DEM e do PSL. 

Segundo Kaminski, a construção de sua candidatura foi feita com efetiva participação dos presidentes de ambos os partidos, terminando com uma escolha que visa o futuro do candidato. “Na política a gente precisa construir os caminhos que nós entendemos que sejam os mais póstumos e propícios aos resultados pretendidos”, destacou.

Quanto às bandeiras levantadas pelo vereador durante as eleições municipais, estas serão focadas essencialmente nas pessoas do município. “Acho que a cidade precisa de geração de emprego, precisa discutir planejamento e desenvolvimento. Precisamos investir muito fortemente na educação e, acima de tudo, precisamos trabalhar com as pessoas, valorizá-las, respeitá-las, ouvi-las e trabalhar esse lado humano muito fortemente”, disse.

Kaminski destaca também a importância que Criciúma tem para as demais regiões, e o quanto é importante trabalhar no seu desenvolvimento para que o município se consagre como, de fato, uma referência. “Na medida em que Criciúma se organiza, desenvolve e trabalha essa questão de desenvolvimento, valorizando emprego e renda, automaticamente ela começa a dar bons exemplos para a região”, afirmou.

Apoio do governador 

Apesar de ser o candidato do PSL em Criciúma, afirma não possuir ainda um respaldo tão concreto do governador Carlos Moisés - algo que deve ser definido nos próximos dias, através de conversas. “Não dá para dimensionar o quanto a presença do governador impulsiona. Ele é governador do estado de Santa Catarina e, sem dúvida nenhuma, é a maior autoridade do estado”, concluiu Kaminski.