Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

 Júlio Kaminski: “Eu não tenho conversas com o PSL”

Vereador deverá deixar o PSDB e trocar de partido caso não perca o mandato
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 21/11/2018 - 08:32Atualizado em 21/11/2018 - 09:33
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

O vereador criciumense Júlio Kaminski deverá mudar de partido em breve, embora negue que esteja negociando com alguma sigla. No começo do ano ele procurou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para fazer a mudança, não sendo atendido, agora o PSDB promete liberar a saída sem comprometer o mandato, algo que será estudado por Kaminski, conforme contou em entrevista ao Programa Adelor Lessa.

“As coisas tem que ser feitas de forma madura e com o pé no chão. Não podemos criar desconfortos que possam comprometer o mandato, e nem escolhas que possam comprometer a cidade. Vamos consultar o jurídico que sempre nos socorre para não incorrer em situação que possam gerar desconforto”, afirmou o vereador.

Garantiu que procurou o TRE para ter como uma alternativa viável, a ideia era “deixar o partido mais confortável naquele momento”. Afirmou que agora não restam muitas opções, frisando sempre que ainda não articula a ida para outro partido, como o PSL, onde é apontado como possível candidato a Prefeitura nas eleições de 2020.

“Eu não tenho conversas com o PSL, não tem nada sobre uma candidatura de 2020. A forma como participei da campanha do Daniel Freitas, foi exclusivamente com ele. Não existe nenhum encaminhamento, essa conversa não existe, a minha conversa foi sempre tratada com o Daniel”, ponderou Kaminski.

Confira a entrevista na íntegra: