Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Jorginho Mello empolgado com a vice-presidência da CCJ

Senador vai participar de uma das comissões mais importantes do Congresso
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 15/02/2019 - 10:10
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Em seu primeiro mandato no Senado, Jorginho Mello foi eleito vice-presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) para o biênio 2019/20. Essa é uma das mais importantes da casa, já que antes das proposições serem aceitas, devem ser analisadas pela CCJ. Em entrevista ao Jornal das Nove o senador falou sobre a honra de ser escolhido.

“É muito importante para Santa Catarina”, comentou. “Tem muita demanda, a gente tem que ficar atento porque lá não pode sair nada meia boca. Tem que sair o que a Constituição permite, para mexer na legislação brasileira”, afirmou o senador, que elogiou o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre, devido a agilidade em definir as comissões.

Assim que assumiu a cadeira no plenário, já era momento de eleger o presidente, algo comentado por Jorginho Mello durante a entrevista. “Teve aquele episódio feio, de quem mandava no Senado não queria largar o osso de jeito nenhum, mas a gente reagiu. Queremos recuperar a moral do Senado, que é a casa revisora, para todas as matérias que saem da Câmara”.

O senador catarinense aproveitou para destacar a importância do voto aberto. “O voto fechado tem que ser do eleitor, para ele votar em quem quiser, mas dali para cima as votações tem que ser todas abertas. Tem muito entulho para tirar, vamos ter reforma da previdência, a reforma tributária, precisamos de ações que mexam na legislação para destravar”, afirmou.

Confira a entrevista na íntegra: