Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Jorginho Mello dá nova versão sobre os pedágios

Senador diz que os parlamentares podem barrar o projeto se quiserem
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 25/10/2019 - 08:22
Foto: Luana Mazzuchello
Foto: Luana Mazzuchello

Durante entrevista ao Programa Adelor Lessa, o senador Jorginho Mello (PL) deu uma nova versão sobre a instalação das quatro praças de pedágios na BR-101 Sul. Segundo ele, o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse que poderia cancelar o edital, mas que isso seria prejudicial ao país.

“Ele disse que iria tocando, mas que se pedissem para anular, ele anularia e que isso ia causar um problema sério para o Governo Federal. Ele disse que reduz 40%, se é R$ 4,40, vai baixar para R$ 3,00”, contou. Tarcísio é do mesmo partido do senador. Jorginho ainda lembrou que a duplicação demorou mais para chegar ao sul.

Se quatro praças de pedágios forem instaladas, será um preço, se forem menos praças, o preço em cada uma delas aumenta. O senador ainda comparou com os preços do norte. “Ainda não foi feito o alinhamento que foi feito agora. O anel de contorno viário de Florianópolis vai ser concluído agora. Vai ficar mais ou menos o mesmo preço, os dois em torno de R$ 3,00”, disse.

O investimento previsto ao longo de 30 anos é superior a R$ 6 bilhões, para manter o asfalto em bom estado, a iluminação e outras questões que envolvem a rodovia federal. Jorginho Mello lembrou que a BR-285 será concluída em breve e afirmou que os parlamentares podem barrar a ideia dos pedágios.

“Nós temos que ter a clareza para entender o que é melhor. Hoje a estrada está boa, com iluminação. Se a gente não quiser que saia, não vai sair. Ele se queixou muito (o ministro), dizendo que a pavimentação da 470 ninguém iria querer fazer, nós sabemos da importância”, afirmou.