Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

João Paulo Kleinübing: Novos governos, reforma da Previdência e 2020

Em visita a Criciúma, político concedeu entrevista ao Programa Adelor Lessa
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 26/03/2019 - 08:17
(foto: Erik Behenck)
(foto: Erik Behenck)

Candidato a vice-governador na chapa de Gelson Merisio, João Paulo Kleinübing (PSD) agora trabalha para reestruturar o partido. Em visita a Criciúma, ele esteve no Programa Adelor Lessa. “Temos que defender a livre iniciativa, as posições de quem produz e o desenvolvimento de toda a sociedade”, comentou. O político falou ainda sobre os mandatos de Carlos Moisés (PSL) e Jair Bolsonaro (PSL).

“Temos que esperar os 100 dias para fazer a primeira avaliação, isso vale também para o Governo Bolsonaro. Algumas coisas preocupam, como os incentivos fiscais, eles ajudam a melhorar a competitividade e a gerar empregos”, afirmou Kleinübing. Segundo ele, é preciso fazer uma análise criteriosa antes de realizar as mudanças.

Para o político, as eleições de 2020 vão ser discutidas somente a partir de janeiro do ano que vem. “A janela vai abrir só em março do ano que vem, é um processo de construção e de formação. Temos conversado com o vereador Júlio Kaminski (PSDB), mas como um todo”, destacou. Por enquanto a presidência do partido na cidade fica com Lisiane Tuon, que foi candidata a deputada estadual.

Em relação a principal mudança que o Brasil deve passar, ele disse que “a reforma da Previdência é fundamental para o país. É ela que vai dar certeza para o Brasil, de que vai continuar existindo um governo”, comento. “Eu acho que a reforma da previdência é em favor da próxima geração”, afirmou.

Confira a entrevista na íntegra: