Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

João Amoêdo nega aliança com Flávio Rocha e promete renovação política

Pré-candidato à Presidência da República pelo Partido Novo esteve hoje no Congresso dos Prefeitos
Redação
Por Redação Florianópolis - SC, 13/06/2018 - 11:44Atualizado em 13/06/2018 - 17:42
(foto: Denis Luciano)
(foto: Denis Luciano)

O Congresso dos Prefeitos acontece nesta semana no Centro Sul em Florianópolis. O evento, promovido pela Fecam, reuniu hoje sete pré-candidatos à Presidência da República. Entre eles João Amoêdo, do Partido Novo, que foi o segundo a se apresentar durante 30 minutos, logo após Geraldo Alckmin.

“O Novo quer ser um exemplo de gestão eficiente, de redução de custos. Elegemos apenas quatro vereadores em 2016 e eles cortaram 39 assessores e economizaram mais de 50% da verba de gabinete. A gente quer atuar nas áreas essenciais. Governo tem que estar na saúde, educação, segurança e ponto. Não tem que administrar posto de gasolina, instituição financeira ou entrega de correspondências. É esse espírito e uma gestão eficiente com menos burocracia e mais uso de tecnologia e pessoas de qualidade que a gente quer”, afirmou.

Amoêdo foi questionado sobre uma possível aliança com Flávio Rocha (PRB) e disse que, apesar de propostas parecidas, o mais importante para ele e para o Novo é não apenas o perfil do pré-candidato, mas “o plano e o que o partido acredita”.

“O Novo acredita na renovação. Não usa dinheiro público e acredita no corte de privilégios. Não faremos coligação única e exclusivamente por conta de tempo de televisão. Esses princípios são importantes, porque só assim poderemos fazer uma política nova. Gosto do Flávio, mas acho que há incoerência entre as bandeiras que ele defende e as do partido que ele está hoje”, esclareceu.

Confira a coletiva completa: