Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Jessé Lopes propõe a venda da residência oficial do governador

De janeiro a agosto a Casa d’Agronômica custou mais de R$ 1,2 milhão
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 02/09/2019 - 08:50Atualizado em 02/09/2019 - 10:20
(foto: arquivo 4oito)
(foto: arquivo 4oito)

Depois de propor a demolição da Ponte Hercílio Luz, o deputado estadual Jessé Lopes sugere que as residências oficiais do governador e da vice-governadora sejam vendidas. Desde janeiro o custo com a Casa d’Agronômica foi de R$ 1,2 milhão. O parlamentar diz que estava sendo cobrado por seus apoiadores em relação ao assunto, já que é defensor do corte de gastos.

“É uma crítica que eu me faço a muito tempo, de como o PSL deveria levar assa questão de casa oficial. Eu não batia nessa tecla, porque parecia que eu tava criando coisa. Mas, como eu sou a favor do corte de gastos, pediam que me posicionasse”, comentou Jessé durante entrevista ao Programa Adelor Lessa.

Conforme o deputado, se Carlos Moisés decidir, é possível vender a residência. Para ele, não importa se os dois são do mesmo partido, não mudará a postura. “Eu não direciono as minhas críticas para quem é, se estiver fazendo errado com o dinheiro público. As pessoas fizeram campanha pelo PSL e é por isso que eu vou lutar”, comentou.

Durante os dois mandatos de Raimundo Colombo (PSD) a residência oficial custou mais de R$ 24 milhões aos cofres do Governo do Estado. No mandato atual os maiores gastos são com cozinha, copa, garçom, jardinagem e zeladoria, passando de R$ 714 mil.

Confira a entrevista na íntegra:

Tags: Jessé Lopes psl