Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

História do X-Gaúcho de Criciúma atinge repercussão nacional

Caso das respostas “tolerância zero” de Nelson chegou nas páginas de UOL e GaúchaZH
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 11/01/2020 - 16:37
Foto: Reprodução / Arquivo 4oito
Foto: Reprodução / Arquivo 4oito

A história do estabelecimento criciumense X-Gaúcho, do comerciante Nélson e de suas respostas do nível “tolerância zero” atingiram a repercussão nacional e até mesmo internacional. A história foi relatada pelo Portal 4oito ainda na quinta-feira, 9, quando Nélson dos Santos conversou com a reportagem sobre suas respostas no aplicativo de alimentação iFood. 

O próprio Nélson se intitula "Sr. Saraiva", remetendo ao personagem que o ator Francisco Milani apresentava em um humorístico da Rede Globo, o homem que tinha respostas diretas e até grosseiras para perguntas que considera idiotas.

Exemplo de resposta dada por Nélson nas avaliações do iFood. (Foto: Reprodução)

As respostas “tolerância zero” tomaram a repercussão nacional. O site UOL, de grande abrangência nacional e internacional, disparou na sua editoria de Economia “Restaurante "sincerão" de SC xinga clientes no iFood e vira piada na web”. 

Foto: Reprodução

Na matéria, o site cita Criciúma e traz imagens das respostas do estabelecimento no iFood. O UOL também traz a repercussão que o caso teve no Twitter. 

A colunista de Economia da Rádio Gaúcha e do Jornal Zero Hora, de Porto Alegre, Giane Guerra, também repercutiu o fenômeno do Xis do Gaúcho. Em sua coluna no portal GaúchaZH ela coloca “"Eu prefiro perder clientes chatos", diz gaúcho dono de xis que xinga os críticos no iFood”, classificando as respostas como um "sincericídio". 

Foto: Reprodução

Na entrevista com a coluna do veículo gaúcho, Nélson coloca que não foi uma estratégia de marketing, e sim que resolveu responder “na mesma moeda” os clientes. 

Sr. Saraiva, o "tolerância zero" do xis salada (VÍDEO)