Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS INFORMAÇÕES DAS ELEIÇÕES 2024!

Governador garante apoio a municípios afetados pela chuva no Sul de SC

Jorginho Mello esteve em Araranguá e Sombrio

Por Redação Criciúma, 13/05/2024 - 20:34 Atualizado em 14/05/2024 - 06:36
Foto: Roberto Zacarias/Secom
Foto: Roberto Zacarias/Secom

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O governador Jorginho Mello e o secretário de Estado da Proteção e Defesa Civil, Fabiano de Souza, acompanharam nesta segunda-feira (13), em Araranguá, os estragos causados pela chuva dos últimos dias. Na prefeitura, o governador se reuniu com as autoridades locais para atualizar as informações sobre as ocorrências dos altos volumes na região Sul do estado. Em Araranguá, segundo a Defesa Civil municipal, são cerca de 25 famílias desabrigadas ou desalojadas.

Na sequência Jorginho Mello visitou um abrigo municipal em Sombrio. A estrutura foi montada em um salão paroquial. Segundo a prefeitura, nas últimas 24 horas foram registrados 324 milímetros de água, algo histórico na cidade. São 22 famílias fora de casa em cinco bairros com ocorrências de alagamentos.

“Viemos ao Sul para colocar a nossa estrutura do Governo do Estado à disposição das prefeituras para o que precisarem. Já vimos que muitas famílias tiveram que sair de suas casas e agora é esperar a água baixar para começar o trabalho de limpeza das casas e comércios atingidos pelas cheias. O importante é cuidar das pessoas e a previsão indica que a chuva está indo embora”, disse o governador.

Situação dos municípios

Segundo a Defesa Civil de Santa Catarina, o dia mais crítico foi no domingo de Dia das Mães, quando 12 municípios registraram ocorrências por conta das chuvas na  região.

“Os níveis dos rios se elevaram e estão na sua cota máxima. Esse é o primeiro momento de as pessoas saírem de suas casas nas regiões que tiveram alagamentos. O nosso papel hoje aqui é garantir qualquer demanda e apoio nesse momento de pós chuva e de reconstrução”, reforçou o secretário de Estado da Proteção e Defesa Civil, Fabiano de Souza.

Sem decretos de emergência 

Até a tarde desta segunda, não havia o registro de decretos de situação de emergência e nem solicitações de itens de assistência humanitária até o momento.

De acordo com o relatório emitido pela Defesa Civil, 150 pessoas estão desalojadas, sendo 142 em São João do Sul, quatro em Passo de Torres,  e quatro em Jacinto Machado.

Além disso, 27 estão desabrigados, sendo sete no município de Forquilhinha, uma em Jacinto Machado e 19 em Sombrio.

Atualização das ocorrências nos municípios

  • São João do Sul: dez comunidades estão isoladas, 16 vias interditadas. As aulas foram suspensas no dia 13 de maio. A Rodovia Estadual SC 290 está interrompida no Km 5.3 e no Km 6.3 pois está com água sobre a pista. Foram emitidos alertas para os moradores buscarem lugares seguros para as comunidades de Barrinha, Passo Magnus e Poço Negro. Até o momento foram atingidas 40 residências e ocorreram alagamentos em pistas de estradas, aberturas de crateras em vias públicas, e remoção de cabeceiras de pontes.
  • Jacinto Machado: oito comunidades isoladas devido ao registro de alagamentos: Cotovelo, Araçá, Figueira, Bela Vista, Engenho Velho, Serra da Pedra, Água Branca, Pinheirinhos. Rio da Pedra acima do nível e sendo monitorado. Uma residência parcialmente arrastada pela água. 
  • Meleiro: há registro de 662 pessoas isoladas nas comunidades por conta das chuvas, além de várias vias interditadas.
  • Criciúma: registrou alagamentos pontuais em vias públicas, sendo a localidade mais atingida Quarta Linha. Na comunidade de Verdinho, divisa com Forquilhinha e Maracajá, ocorreu um alagamento significativo que isolou a comunidade.
  • Forquilhinha: município registrou diversos pontos de alagamentos, a localidade mais atingida foi Nova Iorque. O rio Sangão começou extravasar e aumentou de nível, algumas ruas começaram a ter pontos de inundação e, por proteção, famílias começaram a ser retiradas de suas casas.
  • Balneário Rincão: há registros de alagamentos pelo município. As localidades mais atingidas foram, Avenida Central, ruas do Centro, ruas do bairro Zona Sul, Barra Velha, Pedreiras, Trevo da Zona Sul. Pelo menos cinco residências foram alagadas, e todas foram atendidas pelo município. Máquinas e equipes trabalharam no sábado e domingo para atender as ocorrências até as 19 horas de domingo.
  • Passo de Torres: uma residência inundada, a família foi retirada da casa pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada à Assistência Social, que providenciaram abrigo na casa de amigos ou parentes.

--

Colaboração: Osvaldo Sagaz

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito