Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Garota Verão, personal trainer e mãe

Marion de Bom compartilha treinos em suas redes sociais e possui um grupo para apoio as mamães. Ela esteve no Avesso
Luana Mazzuchello
Por Luana Mazzuchello Criciúma - SC, 03/07/2020 - 19:15Atualizado em 03/07/2020 - 19:15
Foto: Pity Búrigo / 4oito
Foto: Pity Búrigo / 4oito

Quem acha que ter filhos é sinônimo de abandonar o cuidado com o corpo, está enganado. O Programa Do Avesso desta sexta-feira, 3, recebeu Marion de Bom, personal trainer, mãe de dois bebês, que compartilha nas redes sociais seus treinos diários com outras mães que estão passando pelo mesmo retorno da atividade física. Os exercícios são focados em incentivo para um corpo saudável, apesar da vida moderna e corrida de uma mulher.

Marion é formada em Educação Física, assim como as suas outras duas irmãs. Somando tios e sobrinho já são nove profissionais da área esportiva dentro da família. “Começamos indo com a mãe na academia da nossa tia e observando as atividades. Eu sempre gostei desde pequena de dança, não era muito boa em esportes com bola, mas essa área da dança, dos treinos me encantava”, lembra.

Com o foco na saúde e na boa forma física, há 14 anos Marion participou do concurso Garota Verão representando a cidade de Criciúma. Do evento realizado no Balneário Rincão ela recorda de forma engraçada a sua sinceridade perante aos jurados do concurso. “Eu cheguei na frente e disse, na realidade isso nunca foi meu sonho, eu fui convidada e estou aqui. Eu fui sincera demais, acho que os jurados não gostaram muito”, brinca a personal.  

Depois de ser mãe ela sabe bem o quanto o pós-parto é um momento difícil para a mulher, com isso hoje possui um grupo no WhatsApp com 60 mães que recebem o acompanhamento de Marion nesse momento. São compartilhadas informações, dicas de treino e laços da maternidade. “As profissões do futuro são educação física e nutrição. O mundo ainda é obeso, temos muitas pessoas para conquistar, mas não estamos aqui para fazer com que a pessoa ame o exercício. Não preciso amar, não preciso romantizar preciso apenas fazer e colocar na minha rotina.  Eu não vou fazer a pessoa treinar comigo se ela não quer treinar.  Não tem que ser um problema na rotina, não tem que inventar desculpas”, pontua Marion.