Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

FCF emite nota condenando erros do VAR

Federação citou "duas fortes agressões" contra Avaí e Chapecoense na Série A
Denis Luciano
Por Denis Luciano Balneário Camboriú, SC, 07/10/2019 - 15:17Atualizado em 07/10/2019 - 15:29
CSA venceu o Avaí em Maceió / Divulgação
CSA venceu o Avaí em Maceió / Divulgação

A tecnologia pesou contra o futebol de Santa Catarina na rodada do Campeonato Brasileiro no fim de semana. Erros de arbitragem marcaram as derrotas da Chapecoense, 1 a 0 para o Flamengo em Chapecó, e do Avaí, 3 a 1 para o CSA em Maceió, ambas neste domingo.

Para assinalar as queixas, a Federação Catarinense de Futebol (FCF) emitiu uma nota oficial na tarde desta segunda-feira. Na nota, a entidade rotula os episódios como "duas fortes agressões". O Avaí reclama de um pênalti marcado a favor do CSA, que originou o segundo gol do time alagoano, enquanto a Chapecoense refere ilegalidade no gol do Flamengo anotado na Arena Condá. 

Com os resultados negativos, os times catarinenses seguem nas últimas colocações da Série A: o Avaí é penúltimo com 16 e a Chapecoense está em último lugar com 15 pontos. Confira a nota da FCF:

O futebol catarinense sofreu duas fortes agressões no último domingo, 6, quando decisões equivocadas na análise da tecnologia aplicada na arbitragem (VAR), prejudicaram de forma grosseira seus dois representantes na Série A do Campeonato Brasileiro, Associação Chapecoense de Futebol e Avaí Futebol Clube.

 

Defensora do uso da referida tecnologia, que surgiu para auxiliar a arbitragem e transformar o jogo mais justo e dentro das regras, a FCF não pactua com o seu uso para servir de pressão e escudo à fuga de responsabilidade das autoridades de dentro do campo. Se a regra do jogo permite interpretação, é injusto e absurdo que a decisão final esteja alocada a quem está longe do clima da partida imaginando ações e decidindo por pseudos movimentos, nem sempre concretizados em infrações.

 

Assim, a Federação Catarinense de Futebol abraça as inconformidades manifestadas por seus filiados, repudia a forma como foram causados os imensuráveis prejuízos ao futebol catarinense e apela no sentido de que o uso da tecnologia e a arbitragem, sejam ferramentas para estabelecer a justiça em todos os jogos.

 

Balneário Camboriú, 7 de outubro de 2019.