Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Fábrica da Librelato em Criciúma passa por modernização

Empresa investiu R$ 15 milhões para aperfeiçoar a produção
Por Redação Criciúma, 09/02/2024 - 15:58 Atualizado em 09/02/2024 - 15:59

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

A Librelato celebrou nessa quinta-feira (8) a modernização da unidade industrial de Criciúma. Inaugurada em 2010, a fábrica passou por uma renovação completa nos últimos anos, com um investimento total de R$ 15 milhões. A transformação incluiu ampliação da linha de produção, robotização de processos e melhorias relacionadas à preservação do meio ambiente.

De acordo com a empresa, as mudanças adéquam unidade às demandas do mercado. A modernização aconteceu de forma orgânica, pois a Librelato está sempre acompanhando as novas demandas de mercado para atendê-lo da melhor forma possível. Além disso, temos em nosso DNA o comprometimento com resultados e um olhar voltado para a expansão dos negócios e satisfação dos clientes”, afirmou o CEO da Librelato, José Carlos Sprícigo.

O evento contou com a presença de autoridades e convidados, entre eles o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, que destacou a relevância da marca Librelato no cenário nacional, o crescimento da empresa e os empregos gerados na cidade. Após os discursos, todos participaram de um tour pela nova planta industrial.

Entenda o que mudou

A modernização baseou-se principalmente na atualização do layout de manufatura para tornar os processos mais eficientes. A Librelato também expandiu a linha de produção. Na fábrica de Criciúma, especificamente, são produzidos produtos para aplicações de carga aberta, incluindo a linha de graneleiros e de porta-contêineres. 

A busca pela eficiência operacional levou à digitalização de processos e à introdução de robotização em determinados pontos da linha de produção. Adicionalmente, foram realizadas melhorias integradas ao crescimento sustentável, incluindo investimentos em estações de tratamento de efluentes líquidos e de água localizadas na filial. 

Após as recentes melhorias, a fabricante de implementos rodoviários se diz preparada para suprir as expectativas de frotistas e motoristas por graneleiros e porta-contêineres. 

Fábrica de Criciúma emprega 500 pessoas

Com uma área construída de 20 mil metros quadrados, o parque fabril de Criciúma atualmente emprega 500 profissionais e tem uma capacidade de produção média de 30 implementos por dia. Desde 2022, a unidade opera com a maior célula robotizada de soldagem de chassi da América Latina, o que permite a conclusão da soldagem de um implemento em apenas 30 minutos. A Librelato destaca-se como a única empresa no continente a utilizar esse equipamento de ponta. 
 

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito