Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Estado pagará despesas médicas do soldado Esmeraldino, garante coronel

Diretor de Saúde e Promoção Social da PM afirma que ressarcimento será feito
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 04/12/2020 - 09:18Atualizado em 04/12/2020 - 09:20
Foto: divulgação
Foto: divulgação

O policial militar Jeferson Luiz Esmeraldino, baleado em confronto com os criminosos que assaltaram a agência central do Banco do Brasil de Criciúma, segue internado no Hospital São João Batista. De acordo com o diretor de Saúde de Promoção Social da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Zelindro Ismael Farias, o Estado irá arcar com as despesas médicas do soldado ferido.

Esmeraldino passou por três cirurgias e está em recuperação, no momento. A dúvida que se tinha, até então, era se o Estado de fato iria arcar com todas as despesas médicas do soldado, ou se ele teria que primeiramente pagar do seu próprio bolso todas as ações.

“A instituição hospitalar informa para a gente os valores e eles serão empenhados, entra como ressarcimento de despesa médica, ele não necessariamente tem que desembolsar valores. Esse ressarcimento nem sempre quer dizer que ele [Esmeraldino] tenha que desembolsar alguma coisa, simplesmente apresenta o valor das despesas, apresenta a conta e a instituição faz transferência direta ao valor dessa despesa”, disse o coronel.

Paralelo a isso, colegas de farda de Esmeraldino estão realizando uma vakinha virtual para cobrir as despesas não médicas dos familiares que seguem ao lado do soldado, como o próprio transporte. A Vakinha pode ser acessada clicando aqui.